Empresas Ikea Portugal aumenta salário mínimo para 625 euros

Ikea Portugal aumenta salário mínimo para 625 euros

A Ikea Portugal vai aumentar o salário mínimo de entrada para os colaboradores base a tempo inteiro já no próximo mês. Os funcionários abrangidos pela medida passam a ter um vencimento de 625 euros brutos.
Ikea Portugal aumenta salário mínimo para 625 euros
Miguel Baltazar/Negócios
Negócios 02 de fevereiro de 2017 às 13:13

A Ikea Portugal decidiu aumentar o salário mínimo de entrada para os funcionários base a tempo inteiro. Estes funcionários vão passar a ganhar, a partir de Março, 625 euros brutos mensais, o que representa mais 12,2% que o valor para o salário mínimo nacional estipulado por lei (557 euros), refere a empresa em comunicado. A medida tem efeitos retroactivos desde Janeiro. O subsídio de refeição é de 4,55 euros por dia.

 

Christiane Thomas, retail manager Ikea Portugal, no documento enviado às redacções, explica que "na Ikea acreditamos que ser uma grande marca não significa apenas vender bons produtos, mas também desenvolver as equipas que fazem da IKEA, uma multinacional em crescimento".

 

"Queremos ser uma empresa cada vez melhor para trabalhar e o aumento do salário mínimo de entrada é mais do que uma forma de reconhecimento: faz parte da nossa estratégia, que coloca as pessoas no centro do negócio, proporcionando aos nossos colaboradores cada vez melhores condições para que se sintam realizados a nível pessoal e profissional. Este é mais um passo nesse sentido e por essa razão, estamos duplamente satisfeitos", acrescenta. 




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

https://goo.gl/forms/3J12TVuOqjtlvqIP2

Obrigado!

jorge nunes Há 3 semanas

Acho muito bem, se a empreensa gera lucros suficientes para fazê-lo não tem nada a perder muito pelo contrario... Hora vejam, o empregado é a cara da empresa se os empregados andarem satisfeitos a vontade de Trabalhar e o medo de perder um bom emprego é cada vez maior e o sucesso será garantido

Celio Há 3 semanas

É decente, louvável e necessária esta medida do Ikea, além de voluntária; porquanto os gurus nacionais, useiros e beseiros da exploração, envergonham a bandeira, e embandeiram a miséria como meta de milhões de portugueses pobres, protestando o aumento de cada euro. Há inveja na pocilga!

Tony Há 3 semanas

Mais uma vez!...Uma grande demostração,de que a escória dos patrões portugueses são uma valente caganeira ambolante.
Nunca seguiram este tipo de explo de patrão.

ver mais comentários
pub