Economia Incêndio em Guimarães entra em fase de rescaldo

Incêndio em Guimarães entra em fase de rescaldo

O incêndio que deflagrou hoje numa habitação próxima do centro histórico de Guimarães entrou já em fase de rescaldo, informou o comandante dos Bombeiros Voluntários do concelho, Bento Marques, perto das 20:40.
Incêndio em Guimarães entra em fase de rescaldo
Maria João Teixeira
Lusa 23 de Outubro de 2016 às 20:10

Segundo o responsável, para o local foram enviados 68 homens e 14 viaturas de Guimarães, Vizela e Taipas (distrito de Braga).

 

Tratou-se de um "combate musculado", que permitiu que o fogo não se propagasse às casas vizinhas e não houvesse pessoas ou outras casas em risco, referiu Bento Marques. Ainda assim, as autoridades estiveram perante um "cenário muito complicado".

 

Uma viatura ficará de prevenção no local durante a noite.

 

O responsável referiu, tal como tinha já adiantado o município, que não há pedidos de realojamento.

 

Segundo o presidente da Câmara de Guimarães, Domingos Bragança, o incêndio teve início por volta das 18:30 num imóvel na rua da Liberdade.

 

Inicialmente as autoridades indicaram que a casa se localizava na freguesia de Creixomil, mas esclareceram entretanto que a rua não é abrangida apenas por uma freguesia e que o imóvel já pertence a São Sebastião.

 

Trata-se de uma casa de grandes dimensões e que estava em reconstrução, referiu o autarca.

(notícia actualizada às 21:30 com nova informação. Título alterado)

 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub