Economia Incêndios: Costa tem relatórios mas ainda não tira conclusões
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Incêndios: Costa tem relatórios mas ainda não tira conclusões

O Governo recebeu esta semana vários relatórios sobre o que se passou nos incêndios de Pedrógão Grande mas pediu mais informação para tirar conclusões. Para já, o primeiro-ministro deixa tudo em suspenso. Responsabilidades só mais tarde.
Incêndios: Costa tem relatórios mas ainda não tira conclusões
Miguel Baltazar/Negócios
Marta Moitinho Oliveira 29 de junho de 2017 às 00:01

Onze dias depois de ter começado o incêndio em Pedrógão Grande, que matou 64 pessoas e feriu mais de 200, o Governo continua à espera de relatórios finais e investigações pedidas a diversas entidades )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 semanas

Além de mentiroso, viciado no nepotismo (como qualquer xuxa) é de compreensão lenta nas matérias que lhe interessam. Talvez um desenho ajude Costa a compreender onde estão os problemas de PD!! E a sinalética saida de emergência, ausente em Pedrogão Grande, para a sua ministra, parece também não ter comparecido na consciência de Costa (a existir)..
Não temos um PM temos um especialista nas artes politicas, e circenses, e um perfeito autocrata. E é ai que reside o problema. Sem experiência de "vida real", protegido pelos sócios e aos quais deve protecção a qualquer preço, com dificuldades em aceitar a critica e a responsabilização (por mais evidente que sejam). E numa azáfama incessante na angariação de novos sócios.

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Penso que toda a gente minimamente seria, Independente da Partidarite, reprova a insensibilidade para com as mortes e sentimentos das Famílias, com que o PSD e Passos Coelho CDS tem explorado Politicamente a situação sem nenhum Pudor, nenhuma ética, descaramento deplorável.

anonimo Há 3 semanas

Haja vergonha.Há dias disse que na estrada VF Mirandela a erva tinha mais de 1 metro.Agora andam a corta-la, mas o caricato senhor ministro das IE, responsável pelas EP, as acácias, verdes, estão a ser cortadas, muito bem, mas são deixadas no local, ou seja, ficam a secar, matéria ótima para arder

Claro que não Há 3 semanas

Não há conclusões nem consequências a tirar. Não aconteceu nada. Apenas o São Pedro que andava lá por cima a fumar um charrito deixou cair a beata. Coisa pouca. Um primeiro ministro, mesmo de imitação, activaria a máquina de soluções antes de falar. O costa espera por conclusões. À costa.

PROTESTO !!!!!!!!! Há 3 semanas

Ontem limparam todos os comentários.Hoje voltaram a faze-lo.Se por acaso isto é para continuar então iniciamos um apelo ao boicote do Negócios por parte da geringonça.O sr Camilo tem que ter estofo para aguentarcom as criticas.Se não tem estaleca para aguentar com as criticas, então que mude de vida

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub