Economia Incêndios em Portugal este ano já queimaram área superior ao distrito de Aveiro

Incêndios em Portugal este ano já queimaram área superior ao distrito de Aveiro

Os incêndios já destruíram este ano em Portugal mais de 316.100 hectares, uma área superior à do distrito de Aveiro, de acordo com os dados da Comissão Europeia.
Incêndios em Portugal este ano já queimaram área superior ao distrito de Aveiro
Movenoticias
Negócios com Lusa 17 de outubro de 2017 às 09:30

Os incêndios já destruíram este ano em Portugal mais de 316.100 hectares, segundo o sistema da Comissão Europeia, que aponta para quase 54.000 hectares queimados só no domingo, o pior dia do ano em número de fogos.

 

A área ardida este ano é superior à do distrito de Aveiro (280 mil hectares) e pouco abaixo do distrito de Leiria (351 mil hectares). E corresponde a cerca de 3,4% de todo o território português. Tendo em conta apenas a área ardida com os incêndios que deflagraram este domingo, equivale a cerca de um quarto do distrito de Viana do Castelo, o mais pequeno de Portugal Continental.  

 

Os dados disponíveis ao início da manhã de hoje no EFFIS - Sistema do Centro de Investigação Comum da Comissão Europeia, que apresenta áreas ardidas cartografadas em imagens de satélite, indicavam que só na zona do Pinhal Litoral, que abrange o Pinhal de Leiria, arderam no domingo e na segunda-feira 11.394 hectares.

 

Depois desta, a maior área destruída pelas chamas que deflagraram no domingo foi na região do Pinhal Interior Norte, que abrange os concelhos de Penacova e Arganil, entre outros, onde arderam mais de 16.000 hectares, segundo o EFFIS.

 

Se aos incêndios de domingo se juntarem os que deflagraram no sábado e na segunda-feira, o EFFIS apresenta um total superior a 64.000 hectares ardidos.

 

O país da União Europeia que mais se aproxima de Portugal em área ardida é a Itália, que apresenta um total de 133.526 hectares ardidos, menos de metade do território português.

 

O último relatório do Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF), com dados até final de Setembro, indicava que os incêndios florestais tinham queimado este ano mais de 215 mil hectares, o valor mais elevado dos últimos 10 anos.

 

Só os grandes incêndios (mais de 100 hectares) foram responsáveis por quase 90% do total de área ardida, segundo o ICNF.

 

Segundo os dados do ICNF, os piores anos de sempre em área ardida registaram-se em 2003 (425.839 hectares) e 2005 (339.089).




A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Não há Padres Defensores da Religião Cristã ? Há 19 horas

Só agora têm Moral ? 4 anos o Povo a ser Roubado,Mortes de todo Tipo,Este dirigente que vive à custa dos Crentes Pobres, Nunca Levantou a Voz, A PROVA de que a Igreja Tem Côr Política Partidária, é Certo que o PSD e CDS encaminhava para as missões da igreja os nossos Impostos,o que nos era Roubado

Inédito a Igreja apela á Rebelião Há 19 horas

Nunca Visto,apelo da Igreja á Rebelião, tantos Mortos no Governo de PSD/CDS, por Fome,Por Miséria, Falta de Assistência, nunca se Ouviu a Igreja,pudera,os Milhões retirados aos Portugueses iam para as Missões da Igreja, Será que já não há Dirigentes Religiosos Cristãos com a Doutrina do Santo Papa?

Anónimo Há 1 dia

Se 1 m2 de terra conseguir produzir bens de valor 1 euro/ ano, estamos a falar de perdas na ordem dos 3 mil milhões, o que é catastrófico para a economia do interior, para o turismo rural, para as famílias mais pobres. O que interessa devolver 10 euros na reforma se depois perdesse tudo no fogo?

Camponio da beira Há 1 dia

Ao anonimo que me comentou, explique-me como no caso Isaltino e centenas e outros mais, se a lei i é a lei, porque uns decidem uma coisa e outros o seu contrario? Ou isto é á base da opinião pessoal?

ver mais comentários
pub