Economia Incêndios: Presidente da República no posto de comando em Mação

Incêndios: Presidente da República no posto de comando em Mação

O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, chegou cerca das 21:30 ao posto de comando da protecção civil em Mação, para se inteirar sobre a evolução do incêndio de grandes proporções que lavra no concelho desde domingo.
Incêndios: Presidente da República no posto de comando em Mação
Lusa 25 de julho de 2017 às 22:03

Marcelo Rebelo de Sousa chegou ao posto de comando instalado no Largo da Feira, no centro da vila de Mação, onde já se encontrava o secretário de Estado da Administração Interna, Jorge Gomes, que chegara uma hora antes.

 

Aos jornalistas, Jorge Gomes disse que o incêndio de Mação se tem desenvolvido "de uma forma anormal, a uma velocidade muito grande, que o sistema não conseguiu acompanhar".

"A prioridade tem sido a salvaguarda das pessoas e dos seus bens", disse o governante, lembrando que o incêndio deflagrou na Sertã, distrito de Castelo Branco. 




A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Portugal deixou de ter as formigas que tinha e de que tanto precisava.... Agora veem-se muitas cigarras, cigarras sem conta, que fazem sentir que o tempo mudou e para o qual o qual parece não estar preparado...por falta ou insuficiência de cada macaco no seu galho...

Anónimo Há 3 semanas

Portugal deixou de ter invernos. É necessário começar já os trabalhos de evitar os incêndios e isso diz respeito ás Câmaras Municipais em primeiro lugar.

pub
pub
pub
pub