Europa Londres: Polícia não detecta sinais de tiros, estações reabertas

Londres: Polícia não detecta sinais de tiros, estações reabertas

As estações de metro de Oxford Circus e Bond Street, no centro de Londres, já foram reabertas. A polícia não encontrou sinais de disparos de tiros nem suspeitos no local, depois de a área ter sido evacuada esta tarde.
Londres: Polícia não detecta sinais de tiros, estações reabertas
Reuters
Paulo Zacarias Gomes 24 de novembro de 2017 às 17:07
As autoridades policiais britânicas dizem não ter detectado suspeitos nem encontrado sinais de disparos, depois de relatos de tiros terem levado esta tarde ao encerramento e evacuação das estações de metro de Oxford Circus e Bond Street, no centro de Londres.

"Até ao momento a polícia não localizou nenhum sinal de quaisquer suspeitos, sinais de tiros disparados ou vítimas," afirmou a Metropolitan Police num comunicado. Ambas as estações foram entretanto reabertas.

A polícia foi chamada ao local às 16:38, respondendo a relatos de tiros disparados em Oxford Street e na estação de metro de Oxford Circus. "A polícia respondeu como se se tratasse de um incidente terrorista," afirmou aquela entidade policial, que acrescentou depois não haver vítimas a registar.

"A estação de Oxford Circus está encerrada enquanto investigamos um incidente envolvendo um cliente," disse a Transport for London citada pela BBC. O mesmo meio referia que várias pessoas foram vistas a sair do local a correr. Carros de bombeiros foram vistos a caminho daquela zona, referiram testemunhas à Reuters.

Esta é uma zona comercial com forte presença de peões e de trânsito, agravada pela corrida às lojas no âmbito das promoções do Black Friday, que se realiza esta sexta-feira, 24 de Novembro. Apesar de não terem sido detectados suspeitos, a polícia pede às pessoas que se resguardaram em edifícios para se manterem no seu interior e pediu a quem se encontre na Oxford Street para abandonar a zona, segundo a Reuters.

Nas redes sociais, vários utilizadores publicaram vídeos do local onde eram visíveis imagens de pessoas a correr.




(notícia actualizada às 18:02 com mais informação) 



A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

A ver vamos mas enquanto a EU permitir a instalação de células em Bruxelas e outros paises de terroritas leves como os catalaes ou mais agressivos que provocam grandes espetáculos mediáticos com mortes imprevistas estaremos sujeitos a este incidentes na EU e neste dia no EGIPTO aqui sem cobertura

Saber mais e Alertas
pub