Conjuntura Indicador da actividade económica desce pelo segundo mês

Indicador da actividade económica desce pelo segundo mês

O indicador coincidente do Banco de Portugal aponta para um abrandamento da economia na recta final do ano. Desde o início de 2016 que não aconteciam duas quedas mensais seguidas.
Indicador da actividade económica desce pelo segundo mês
Reuters
Nuno Carregueiro 22 de dezembro de 2017 às 14:35

A economia portuguesa continua a abrandar na parte final deste ano, segundo os indicadores coincidentes mensais revelados esta sexta-feira pelo Banco de Portugal, que apontam para uma "inversão da tendência ascendente registada entre o terceiro trimestre de 2016 e o terceiro trimestre de 2017".

 

O indicador registou um crescimento homólogo de 2,6% em Novembro, o que corresponde à segunda queda consecutiva (os valores de Outubro já apontavam para uma descida mas os dados foram hoje revistos).

 

É preciso recuar ao início de 2016 para encontrar duas quedas consecutivas no indicador, pelo que estes dados confirmam a tendência de abrandamento da economia portuguesa, que já se notou no terceiro trimestre, período em que o PIB cresceu 2,5%, abaixo dos 3% verificados nos três meses anteriores. Ainda assim, o desempenho menos positivo não deverá anular o bom resultado no conjunto do ano, já que a taxa de crescimento do PIB deverá ficar próxima dos 3%.

 

Esta tendência de abrandamento também se observa no consumo das famílias, já que o indicador coincidente do Banco de Portugal para o consumo privado também desceu. Passou de um crescimento de 2,2% em Outubro para 2% em Novembro, na segunda descida consecutiva para o nível mais baixo desde Janeiro.




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar