Conjuntura Indústria portuguesa acelera crescimento no terceiro trimestre

Indústria portuguesa acelera crescimento no terceiro trimestre

O volume de negócios na indústria portuguesa cresceu 7,3% no terceiro trimestre, mais duas décimas do que nos três meses anteriores.
Indústria portuguesa acelera crescimento no terceiro trimestre
Paulo Duarte
Nuno Carregueiro 09 de novembro de 2017 às 12:33

O índice que mede o volume de negócios na indústria portuguesa acelerou no terceiro trimestre, com o crescimento homólogo de 7,3% registado entre Julho e Setembro a superar o aumento de 7,1% verificado nos três meses anteriores. No primeiro trimestre o crescimento tinha sido mais forte (11,8%).

 

De acordo com os dados divulgados esta quinta-feira, 9 de Novembro, pelo Instituto Nacional de Estatística (INE), o crescimento no terceiro trimestre foi impulsionado sobretudo pelo mercado interno (+7,5%), que também acelerou face aos três meses anteriores (+7%). No mercado externo o crescimento manteve-se nos 7%.

 

Apesar da aceleração no trimestre, o crescimento do índice geral em Setembro (6,7%) foi mais fraco do que o verificado em Agosto (10,8%), sendo que o abrandamento fez-se sentir em ambos os mercados. "Os índices relativos ao mercado nacional e ao mercado externo cresceram 6,3% e 7,2% (9,5% e 13,0% em Agosto) respectivamente", refere o INE.

 

Já os índices de emprego, de remunerações e de horas trabalhadas na indústria apresentaram, em Setembro, aumentos homólogos de 3,6%, 5,3% e 2,7%. Só as remunerações aceleraram face ao registado em Agosto.

 

Ainda assim estes dados divulgados pelo INE vêem reforçar a expectativa de que a economia portuguesa tenha reforçado o bom momento no terceiro trimestre, depois de nos três meses anteriores o PIB ter crescido a um ritmo anual de 3%. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
CTT: claramente de comprar atual cotação Há 1 semana

Avaliei aqui os CTT em 3,50 €, com base no EBITDA recorrente descontado, menos dívida liquida. Atendendo que está a cotar a 3,34 €, e que é provavel o dividendo de 0,38 € para Maio/18, entao, têm oportunidade de comprar ao valor liquido de 2,96 (3,34-0,38). Pelo que claramente, é de comprar.

pub