Segurança Social INE confirma: pensões antecipadas deste ano têm corte de 13,88%

INE confirma: pensões antecipadas deste ano têm corte de 13,88%

As pensões da Segurança Social ou da Caixa Geral de Aposentações atribuídas este ano terão um corte à cabeça de 13,88%. Dados definitivos foram publicados esta segunda-feira.
INE confirma: pensões antecipadas deste ano têm corte de 13,88%
Bloomberg

As pensões antecipadas atribuídas este ano, quer na Segurança Social quer na Caixa Geral de Aposentações (CGA) terão um corte à cabeça de 13,88%, segundo confirmam os dados publicados esta segunda-feira pelo Instituto Nacional de Estatística (INE).

Os dados definitivos do INE revelam que a esperança média de vida aos 65 anos é de 19,31 anos, o que confirma a informação provisória avançada em Novembro.

Como o corte a aplicar à cabeça às pensões antecipadas está dependente deste indicador, isto significa que a redução será de (pelo menos) 13,88%. Esta informação foi confirmada ao Negócios pelo Ministério da Segurança Social.

A esta redução acrescem as que possam resultar da penalização por antecipação da pensão: 0,5% por cada mês que falte para a idade normal de reforma, que está nos 66 anos e 3 meses (ou 6% ao ano).

Estas regras estão agora a ser revistas pelo Governo, num processo que será faseado ao longo da legislatura.

Uma das intenções é eliminar os cortes a muito longas carreiras contributivas, como a dos que têm uma carreira de 48 anos. A outra é acabar com o factor de sustentabilidade, mas ainda não se sabe quando.

Notícia actualizada com mais informação às 13:42




A sua opinião20
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 29.05.2017

Vocês que se queixam que as pensões públicas (que eu ajudo a pagar e pago cada vez mais por elas) não vos chegam, deviam ter sido mais comedidos com os gastos ao longo das vossas vidas e deviam ter investido mais e melhor ao longo dela. Sanguessugas com um falso sentido de auto-elegibilidade como vocês têm que se convencer que nunca pagaram para usufruir de metade das regalias que têm e os tempos são de mudança quanto a isso. O bandido nega sempre o seu crime, mas os vossos crimes já são do conhecimento público.

comentários mais recentes
policia e gnr velhinhos 60 anos reformados S/corte 30.05.2017

VIVA A LEI DE APOSENTAÇÃO DO TEMPO DA DITADURA

MAS SOMOS DEMOCRATAS !!!

OS TUGAS MANSOS QUE TRABALHEM ATE AOS 66 ANOS E 4 MESES

CGAA 29.05.2017

O tema das reformas antecipadas está a ser discutido na Concertação Social, com as novas tegras a implementsr ainda em 2017. Por isso, estranho esta noticia, quando o MTSSS disse, em 08/05/2016, que as regras de acesso à reforma antecipada tinham que ser revistas, para acabar com as penalizações das longas vidas contributivas e depois de, já este ano, ter reafirmado tal propósito para as muito longas carreiras contributivas (48 anos de descontos) e longas carreiras contributivas (46 anos de descontos) e do Sr. Primeiro-Ministro também falar na abolição da dupla penalização. Alguém anda a brincar com coisas muito sérias... das duas, uma:
a) ou a comunicação social, na ausência de temas de interesse e a mando de alguém, atira esta noticia para o ar, para ver a reacção do “Zé Pagode”.
b) ou os nossos governantes não sabem o que dizem e andam a entreter e a gozar com os contribuintes.
É urgente que tanto os nossos governantes, como PCP e BE esclareçam esta situação.

GabrielOrfaoGoncalves 29.05.2017

Bagão Félix dá um entrevista a este Jornal onde continua a defender a diferença imoral entre aposentação de funcionários públicos e trabalhadores do privado.

http://www.jornaldenegocios.pt/economia/detalhe/reformas-antes--dos-60-anos-nao-e-adequado-nao-e-justo-diz-bagao-felix?ref=DestaquesTopo

A brigada do reumático intelectual continua activa: Silva, Ferreira Leite, Félix. Sempre a mamar na teta do Estado e a dizer que não gostam de leite.

Anónimo 29.05.2017

Vocês que se queixam que as pensões públicas (que eu ajudo a pagar e pago cada vez mais por elas) não vos chegam, deviam ter sido mais comedidos com os gastos ao longo das vossas vidas e deviam ter investido mais e melhor ao longo dela. Sanguessugas com um falso sentido de auto-elegibilidade como vocês têm que se convencer que nunca pagaram para usufruir de metade das regalias que têm e os tempos são de mudança quanto a isso. O bandido nega sempre o seu crime, mas os vossos crimes já são do conhecimento público.

ver mais comentários
pub