Saúde Infarmed apanhado de surpresa por anúncio de ida para o Porto

Infarmed apanhado de surpresa por anúncio de ida para o Porto

O anúncio de que a sede do Infarmed será transferida para o Porto em 2019 surpreendeu o próprio instituto, mas também a indústria farmacêutica e até o presidente da Câmara do Porto, adianta o Diário de Notícias.
Infarmed apanhado de surpresa por anúncio de ida para o Porto
João Santos/Correio da Manhã
Negócios 22 de novembro de 2017 às 09:35

A transferência para o porto da sede do Infarmed, que o Governo anunciou esta terça-feira pretender concretizar a partir de 1 de Janeiro de 2019, terá sido uma reacção ao facto de a cidade ter saído derrotada na corrida à sede da Agência Europeia do Medicamento, escreve o Diário de Notícias na sua edição desta quarta-feira, 22 de Novembro.

 

Segundo o jornal, a própria direcção do Infarmed não estava previamente informada pelo Governo e o mesmo se passou com o presidente da Câmara do Porto, Rui Moreira. A decisão do Executivo, escreve o jornal, não terá sido enquadrada em nenhum planeamento prévio, surgindo em reacção aos acontecimentos do dia.

 

A comissão de trabalhadores do Infarmed tornou público que todos foram apanhados de surpresa e que a decisão não foi técnica, mas sim política.

 

Ontem, Adalberto Campos Fernandes recusou que esta decisão tenha sido uma compensação pela perda da Agência Europeia do Medicamento, mas salientou que o governo entende que "o Porto merece mais do que aquilo que recebeu" na votação cujo desfecho ontem foi conhecido.




A sua opinião15
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Vivera Há 2 semanas

Anda tudo muito preocupado com estas 300 famílias que têm de se mudar para o Porto. Mas não vejo ninguém preocupado com as milhares de famílias que todos os anos se têm de mudar para Lisboa para ter um emprego.
Não dá para suportar esta hipocrisia.

tereza Há 2 semanas

Faz sentido mas não seria para o Porto pois está tão especulativo como Lisboa. O interior está deserto.

Anónimo Há 2 semanas

Faz sentido, principalmente, senão for um acto isolado. Seria uma boa estratégia para as capitais de distrito do interior do país. Seria uma decisão certeira!

pertinaz Há 2 semanas

NÃO VAI ACONTECER NADA

ESTÁ PROGRAMADO APENAS PARA 2019...

OU SEJA, NÃO É PARA FAZER...!!!

ESTES VENDEDORES DE BANHA DA COBRA NÃO TÊM REMÉDIO...

ver mais comentários
pub