Economia Inflação em Portugal recuou mais do que o previsto em Janeiro para 1%

Inflação em Portugal recuou mais do que o previsto em Janeiro para 1%

O crescimento dos preços no consumidor abrandou de 1,5%, em Dezembro, para 1%, em Janeiro, abaixo do estimado na primeira leitura do INE.
Inflação em Portugal recuou mais do que o previsto em Janeiro para 1%
Bloomberg
Rita Faria 12 de fevereiro de 2018 às 11:14

A taxa de inflação em Portugal recuou de 1,5%, em Dezembro, para 1%, em Janeiro, revelou o Instituto Nacional de Estatística (INE) esta segunda-feira, 12 de Fevereiro.

O abrandamento no crescimento dos preços no consumidor foi, assim, superior ao previsto, já que a primeira estimativa do INE para Janeiro, revelada no dia 31 do mês passado, colocava a taxa de inflação em 1,1%.  

O indicador de inflação subjacente, que exclui os preços mais voláteis da alimentação e energia, fixou-se em 0,9%, 0,3 pontos percentuais abaixo da taxa observada em Dezembro.

De acordo com os dados do INE, a contribuir para o crescimento dos preços no consumidor no arranque do ano estiveram os transportes e os produtos alimentares e bebidas não alcoólicas, enquanto o vestuário e calçado tiveram uma contribuição negativa.

O agregado relativo aos produtos alimentares não transformados registou uma variação homóloga de 0,8% em Janeiro, depois de ter subido 2,2% em Dezembro, enquanto a taxa referente aos produtos energéticos diminuiu de 3,2%, no final de2017, para 2,3% no mês passado.

O crescimento dos preços em Portugal foi, assim, inferior à média da Zona Euro, onde a taxa de inflação se fixou em 1,3%, segundo revelou o Eurostat a 31 de Janeiro.



(Notícia actualizada às 11:25)




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Johnny Há 5 dias

Irra ! Ainda há inflação em Portugal ?
Eu já cortei tudo o que podia cortar ! não gasto um tusto que não seja absolutamente necessário !

Saber mais e Alertas
pub