Europa Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros

Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros

A inflação no Reino Unido estabilizou nos 3%, em linha com os alertas do Banco de Inglaterra sobre o aumento das pressões inflacionistas.
Inflação nos 3% pressiona Banco de Inglaterra a subir juros
O canadiano Mark Carney lidera o Banco de Inglaterra
Nuno Carregueiro 13 de fevereiro de 2018 às 10:02

O índice de preços no consumidor no Reino Unido subiu em Janeiro a um ritmo anual de 3%, estabilizando face ao registado em Dezembro e colocando mais pressão para o Banco de Inglaterra iniciar o ciclo de subida de juros.

 

Face a Dezembro os preços recuaram 0,5%, já como tinha acontecido em Janeiro do mês passado. Quanto à inflação "core", que exclui alimentação e energia, aumentou de 2,5% em Dezembro para 2,7% em Janeiro.

 

Estão assim confirmadas as expectativas do Banco de Inglaterra, que alertou que as pressões inflacionistas no Reino Unido iriam obrigar o banco central a acelerar o ciclo de subida de juros.

 

A taxa de referência está para já nos 0,5% e o mercado, nesta altura, está a descontar três aumentos de juros no espaço de três anos, sendo que o primeiro agravamento está previsto já para Maio.

 

"Se a economia evoluir de acordo com as projecções do Relatório de Inflação de Fevereiro, a política monetária precisará de ser apertada um pouco antes e em maior grau do que o previsto no momento do Relatório de Novembro", pode ler-se nas minutas da reunião deste mês do Banco de Inglaterra. "É possível que a inflação cresça novamente acima dos 3%, temporariamente, no curto prazo", afirmou o governador Mark Carney.

 

Estas declarações de Carney contribuíram para as fortes quedas dos mercados accionistas na semana passada, com os investidores nervosos com a necessidade de os bancos centrais acelerarem o agravamento da política monetária devido às pressões inflacionistas.

 

Após o relatório da inflação no Reino Unido as bolsas europeias acentuaram a tendência negativa e a libra reforçou os ganhos.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
JUROS quanto mais SUBIREM MELHOR 13.02.2018

para o meu QUERIDO BCP quanto mais os JUROS subirem mais os LUCROS TRIPLICAM já deviam era ter SUBIDO á mais TEMPO mas este sr DRAGI é um PARVO ALEGRE

General Ciresp 13.02.2018

Os ingleses a prepararem o assalto aos depositos dos europeus.Uma coisa e certa.ha muito dinheiro metido nos buracos das paredes.Quem o tem e de respiracao funda.

o BCP vai QUADRIPLICAR 13.02.2018






posição da sonangol foi vendida á FOSUN
QUARTA FEIRA SERÁ O ÚLTIMO DIA DE MILENIUM BCP A MENOS DE 0.35 VEM AI UMA SUPER BOMBA NO DIA DA APRESENTAÇÃO DE RESULTADOS o MILENIUM BCP vai QUADRIPLICAR ainda este ANO

pub