Economia Investimentos do Banco de Portugal com perdas de 3,2 mil milhões
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Investimentos do Banco de Portugal com perdas de 3,2 mil milhões

Exposição à dívida soberana do euro dita desvalorização que nem ganhos com ouro conseguiram compensar. Banco tem o menor lucro no euro.
Rui Peres Jorge 23 de abril de 2012 às 23:30

A carteira de investimentos do

Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
jose macedo da costa 01.05.2012

Com que moral podem fazer o controle da Lei de Branqueamento de capitais... se não dão o exemplo. Perdas de 3,2 mil milhões? A quem querem convencer? o zé povo? Mais alguns políticos e chulos do Estado, vão ficar com mais uns milhões lá fora.... com estas "PERDAS" do BdP. Se tivéssemos Governação séria, de imediato, os Administradores eram postos no olho da rua, com um processo investigatório, movido pelo MP, mas como não temos Governação, fazem o que querem... e ainda lhes sobra tempo.... pois os Partidos políticos aí estão para os sustentar nos cargos.... Fora com esta corja de políticos e de partidos....
GOVERNO DO POVO

SEMOG 24.04.2012


SUSTENTAR ESTE TIPO DE PESSOAS COM ORDENADOS E REFORMAS MILIONARIAS AFINAL NÃO PASSA DE UM BANDO DE CHULOS.

Anónimo 24.04.2012

Tambem o que esperam? Acham que a pagar em média 5.000 €/mês a empregados conseguem atrair profissionais suficientemente competentes para gerir investimentos desta magnitude....já há muito tempo se vem dizendo que as elites não são suficientemente bem remuneradas.....pelo que com as anunciadas medidas de controlo de remuneração de administrações de bancos intervencionados existe claramente um risco de saida dos melhores administradores o que naturalmente porá em causa a continuidade da boa gestão que tem vindo a ser feito por estes grandes gestores.

fora com eles depois de ressarcirem o banco do pr 24.04.2012

este senhor é mesmo um fora de série a fazer investimentos com o dinheiro de todos nós...ele devia mas era repor os 3,2 mil milhões de prejuízos que causou aos portugueses...vergonha...ainda fala na situação dos bancos quando ele é o responsável pelo maior prejuizo alguma vez alcançado por qualquer instituição financeira...de certeza que se tivesse saído do bolso dele teria sido mais comedido...é destes ceos que as instituições têm...se apresentam lucros distribuem entre eles se apresentam prejuizo não repõem...assim qualquer ue é dos outros...miséria...ao que isto chegou...

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub