Impostos IRS dos recibos verdes: “Os meus colegas advogados sabem que tenho razão”, diz secretário de Estado
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

IRS dos recibos verdes: “Os meus colegas advogados sabem que tenho razão”, diz secretário de Estado

“Se há medidas que protegem os recibos verdes, são estas”, diz António Mendonça Mendes, em entrevista ao Negócios, que recusa qualquer subida de IRS por via do regime simplificado. Trata-se apenas de uma medida de justiça fiscal, argumenta.
IRS dos recibos verdes: “Os meus colegas advogados sabem que tenho razão”, diz secretário de Estado
Miguel Baltazar/Negócios

A mensagem central do Governo – de que este orçamento traz um alívio geral para todos os contribuintes e não aumenta os impostos a ninguém – está a ser desafiada pela proposta de alteraçã

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 horas

O problema é quando quem apoia a medida "já foi recibo verde" e agora tem todas as regalias de contrato de trabalho! Já não é comigo! A incompetência é tão grave que não conseguem entender que há actividades que caem ao mais pequeno abanão, mas que dão trabalho a inúmeras familias, como o retalho, o pequeno café, que vai ser arrazado, pois as taxas não são de 25%, mas de 85% e são esses pequenos negócios que tentam fazer tudo na familia e que vão às promoções para poupar tudo o que se pode. Mais uma vez este governo não tem a mínima noção do país, porque vivem noutro mundo. Já morreram mais de 100, vamos ver o que traz este colossal aumento de impostos combinado com a incompetência PURA!

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 horas

O problema é quando quem apoia a medida "já foi recibo verde" e agora tem todas as regalias de contrato de trabalho! Já não é comigo! A incompetência é tão grave que não conseguem entender que há actividades que caem ao mais pequeno abanão, mas que dão trabalho a inúmeras familias, como o retalho, o pequeno café, que vai ser arrazado, pois as taxas não são de 25%, mas de 85% e são esses pequenos negócios que tentam fazer tudo na familia e que vão às promoções para poupar tudo o que se pode. Mais uma vez este governo não tem a mínima noção do país, porque vivem noutro mundo. Já morreram mais de 100, vamos ver o que traz este colossal aumento de impostos combinado com a incompetência PURA!

Anónimo Há 5 horas

Acho bem e já fui recibo verde. Isto n afeta em nada os recibos verdes que o são realmente e c/ rendimentos modestos. Pelo contrário, quem aqui reclama com alto rendimento deixa de ter a benesse de 25 % de isenção dos rendimentos se não a comprovar. pois façam-no e usufruam, não sejam é mamões

Anónimo Há 6 horas

Faça um favor a si próprio sr. Secretário de Estado e pode começar já por ler algumas coisas, aqui mesmo no jornal de negócios: https://www.google.pt/amp/s/www.publico.pt/2017/10/16/economia/opiniao/recibos-verdes-o-ponto-cego-do-orcamento-1789033/amp
Mais uma IMPERDOÁVEL!

Anónimo Há 6 horas

A questão da justiça fiscal é uma falácia. Os falsos recibos verdes, que são a maioria, estão pagam taxa de segurança social criminosa, têm que pagar o seu seguro, não recebem subsídios de alimentação, etc. E quanto a esta justiça nada se diz. Desculpem mas são uns canalhas.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub