IRS IRS: reembolso médio por família ronda os 955 euros
IRS

IRS: reembolso médio por família ronda os 955 euros

O prazo para a entrega do IRS terminou na passada quarta-feira. Os primeiros números indicam que as famílias estão a receber um reembolso médio de 955 euros, no prazo de 23 dias. Cerca de 30% dos agregados não têm nada a receber ou tem mesmo de pagar IRS.  
A carregar o vídeo ...
Elisabete Miranda 02 de junho de 2017 às 13:00

Depois de um primeiro ano confuso, por causa do e-factura, os prazos de reembolso do IRS voltaram a normalizar. Até ao momento, a Autoridade Tributária já emitiu cerca de 2,1 milhões de ordens de reembolsos, que ultrapassam globalmente os 2,2 mil milhões de euros. As famílias estão a receber um valor médio de 955 euros das Finanças, num prazo médio de 23 dias.

 

Segundo números oficiais, fornecidos esta sexta-feira pelo secretário de Estado dos Assuntos Fiscais (SEAF) durante uma entrevista ao Negócios e à Antena 1 (a publicar na edição da próxima segunda-feira, 5 de Junho), até ao momento o Fisco já liquidou 4,2 milhões de declarações de IRS (para se ter uma ideia, elas costumam rondar as 5 milhões todos os anos).

 

Deste bolo, mais de metade já deu origem a ordens de reembolso – são as tais 2,2 milhões de declarações, cujo valor global supera os 2,1 mil milhões de euros. Há ainda a registar 1,4 milhões de declarações sem qualquer reembolso ou pagamento, tendo já sido emitidas 585 mil notas de cobrança (para os contribuintes que durante o ano passado não fizeram retenções na fonte suficientes).

 

Fernando Rocha Andrade adiantou ainda que cerca de 800 mil contribuintes foram abrangidos pelo IRS automático, isto é, aceitaram a declaração pré-preenchida que lhes foi apresentada pelas Finanças, sem fazer qualquer alteração. Trata-se de uma valência que foi introduzida este ano, e que contribuiu para uma descida substancial dos prazos médios de reembolso.

 

Este ano, o Fisco está a reembolsar o IRS retido em excesso em 2016 num prazo médio de 23 dias, quando no ano passado demorou 36 dias, e em 2015 30 dias.


A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
fpublico condenado a 48 anos trabalho Há 3 semanas

Jony

alguns nem 600 euros merecem

quem merece RSI é a ciganada que passam dias a brincar com penis e telemovel nos bairros sociais com casa a custa dos meus impostos

Johnny Há 3 semanas

É JUSTO ALGUEM VIVER COM 600€ MES E AINDA TER DE PAGAR ? IRS ??

Jonas Há 3 semanas

Prazo médio de 23 dias? Só se forem 23 dias úteis + IVA +ISP e outros.. aqui já lá vão 2 meses e ainda nada... Nem sequer respondem no e-balcão...

Anónimo Há 3 semanas

JECM.

É ESTE GOVERNO E TODOS OS OUTROS QUE O ANTECEDERAM!

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub