Finanças Públicas Isabel Jonet: Aumento do salário mínimo "faz sentido" mas pode trazer risco de despedimentos

Isabel Jonet: Aumento do salário mínimo "faz sentido" mas pode trazer risco de despedimentos

A subida do salário mínimo é positiva porque há muita gente a ganhar muito pouco em Portugal considera Isabel Jonet que, contudo, teme que o reverso da medalha se traduza em mais despedimentos. Para a economista, são urgentes estímulos à criação de emprego dos menos qualificados.
A carregar o vídeo ...
Elisabete Miranda e Rosário Lira

Tudo tem uma contrapartida. E, no caso do aumento do subsídio de desemprego, a contrapartida poderá ser um aumento do desemprego, lembra Isabel Jonet, para quem o ideal seria equilibrar o aumento do salário mínimo nacional (SMN) com estímulos directos à criação de emprego.

 

Em entrevista ao Negócios e à Antena 1, a presidente da Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares diz ver como positiva a subida do salário mínimo (SMN) decidida pelo Governo com o apoio dos partidos à sua esquerda parlamentar, até porque "há muitas pessoas com salários muito baixos". Contudo, a sua formação de base de economista leva-a a questionar-se sobre se a medida não terá efeitos ao nível dos despedimentos.

 

Para Isabel Jonet, mais importante do que aumentar o salário mínimo são as políticas activas de emprego, que conduzam à criação de postos de trabalho na população mais velha e menos qualificada que, de repente, viu jovens licenciados a ocuparem os seus lugares.

 

O ideal seria que aumentos salariais e estímulos à criação de emprego corressem em paralelo, considera.

 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 31.01.2017

E' economista, mas nao esta' consciente da literatura cientifica da area sobre o assunto: todos os estudos feitos sobre aumentos do salario minimo (e nao sao poucos) demonstram claramente que pequenos aumentos do salario minimo sao irrelevantes na evolucao do desemprego.

Arlindo vicente 30.01.2017

com mais estes centimos por dia já posso comprar umas gramas poucas de bife , será que o talho me vende apenas 20g de bife vaca .

Anónimo 30.01.2017

Além disso, dá para comprar mais um bife por semana e isso pode trazer graves problemas de saúde.

Anónimo 30.01.2017

Infelizmente cada vez vejo mais o banco alimentar apoiar quem não precisa, porque as pessoas que realmente necessitam muitas vezes não tem capacidade nem conhecimento de irem a procura de ajuda e os distribuidores locais dos alimentos ajudam os amigos, pessoas sem necessidades na sua maioria

pub