Angola João Traça: “Com sanções não haverá espaço em Angola para as empresas portuguesas”
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

João Traça: “Com sanções não haverá espaço em Angola para as empresas portuguesas”

João Traça, presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portugal-Angola, diz que é normal “que os governos recorram a meios económicos para fazer valer a sua posição negocial”. E lembra as sanções aplicadas pela União Europeia à Rússia.
A carregar o vídeo ...
Celso Filipe Rosário Lira 21 de janeiro de 2018 às 21:15

O presidente da Câmara de Comércio e Indústria Portugal-Angola (CCIPA) diz que as ameaças de sanções económicas feitas por Luanda a Lisboa têm de ser vistas "num contexto de comunicaçã

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
mais votado gatogato 22.01.2018

Infelizmente, não deve ser verdade. Era bom Portugal livrar-se das relações com Angola, mas isso pressuponha muita limpeza prévia...

comentários mais recentes
miguel 22.01.2018

Neste momento não há dinheiro para pagar as exportações antigas quanto mais as que estão em curso.

Lol 22.01.2018

Há outros países não corruptos para investir Angola já era e ainda bem

gatogato 22.01.2018

Infelizmente, não deve ser verdade. Era bom Portugal livrar-se das relações com Angola, mas isso pressuponha muita limpeza prévia...

Anónimo 21.01.2018

Ó João isto é que vai ser uma "traça". Deixa andar que isto está a conduzir à vitória dos comunas. Recolhe as empresas tugas, lambetas, à tugalândia, e entram em Angola os chinas (depois espanhóis e franciús). E assim os tugas estarão mais unidos (juntos, na miséria).

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub