Economia José Sócrates: "Pagar a dívida é ideia de criança"

José Sócrates: "Pagar a dívida é ideia de criança"

"Para pequenos países como Portugal e Espanha, pagar a dívida é uma ideia de criança. As dívidas dos Estados são por definição eternas. As dívidas gerem-se. Foi assim que eu estudei", disse o ex-primeiro-ministro numa conferência em Paris com colegas universitários da Sciences Po, onde estuda Ciência Política.
Negócios 07 de dezembro de 2011 às 14:26
"Claro que não devemos deixar crescer a dívida muito, porque isso pesa depois sobre os encargos. Todavia, para um país como Portugal, é essencial financiamento para desenvolver a sua economia. É assim que eu vejo as coisas", concluiu Sócrates, citado pelo Correio da Manhã.

Segundo o jornal, a palestra teve lugar a 3 de Novembro numa sala do campus universitário de Poitiers, cidade onde há um pólo da Sciences Po. Perante alunos da secção latino-americana, José Sócrates falou também sobre a crise europeia. "Penso que há uma campanha da direita contra a dívida, há um ódio ao Estado social."

Estamos passar uma crise que ameaça a solidariedade europeia", afirmou. "Nos dois últimos anos, foi o que de pior vi na Europa. São tempos horríveis. A Europa está a andar para trás", afirmou, salientando que está a perder a posição de igualdade que tinha conquistado perante os Estados Unidos. Falou mais de uma hora recordando as medidas dos seus governos. Ao receber palmas, comentou: "Há muito tempo que não era assim aplaudido."

Veja aqui o vídeo da TVI.
E em baixo o vídeo do Correio da Manhã




A sua opinião124
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
inguias 10.12.2011

Esperemos que sirva de lição aos eleitores. Não são os que mais dão (o que não é deles) que devem merecer o nosso voto, é tempo de acabarmos com isso, se não por motivos de bem da sociedade ao menos por questão de bem próprio, o que hoje é indevidamente dado amanhã vai ser pago com juro muito elevado. O que se tem visto em todas as eleições, autarquias, legislativas, etc. é que não se vota na justiça, apenas em quem mais dá, às vezes parece um leilão.

ocart 08.12.2011

Das dividas d'Ele???????????????Se é que as tem, Claro..............

msardo 08.12.2011

Votaram nele, agora aguentem-se! Lembrem-se disso quando quiserem votar no Seguro.

marco1379 08.12.2011

Viva a Democracia portuguesa. Coloquei uma cruz num papel nas últimas eleições e um símbolo partidário realiza agora todas as escolhas por mim. Presumo que seja para eu não me chatear tanto com as matérias aborrecidas da governação. Mas mesmo assim estou contente porque posso dizer o que quero na rua e fazer todos os comentários que entendo aqui nos jornais. Neste espaço posso afirmar-me contra e criticar a corrupção, a injustiça portuguesa, a desonestidade e a irresponsabilidade política, a incompetência dos nossos líderes e a hipocrisia que me rodeia. É um espaço onde me sinto bem porque posso dar a minha opinião sem mostrar a cara ou correr riscos, ao contrário do tipo que fundou a 100editora.net.

ver mais comentários