Juros portugueses a dois anos recuam para níveis antes do pedido de intervenção externa
23 Abril 2012, 20:20 por Sara Antunes | saraantunes@negocios.pt
2
Enviar por email
Reportar erro
0
As "yields" das obrigações portuguesas a dois anos deslizaram hoje para níveis antes do pedido de intervenção externa.
A “yield” das obrigações a dois anos caiu 72,5 pontos base para 9,155%, o que corresponde ao valor mais baixo desde 4 de Abril de 2011. O que significa que estas “yields” já se encontram mais baixas do que na altura em que Portugal anunciou o pedido de apoio financeiro (6 de Abril de 2011).

Este é o quinto dia consecutivo de perdas nas “yields” portuguesas.

No prazo a cinco anos a queda foi de 14,5 pontos para 12,980%, tendo também atingido o valor mais baixo desde Setembro do ano passado.

Já no prazo a 10 anos, os juros continuam abaixo dos 12%, com uma queda de 23,4 pontos para 11,494%.

A queda das “yields” da dívida portuguesa no mercado secundário surge como uma redução da pressão sobre Portugal, numa altura em que têm sido vários os responsáveis nacionais e internacionais a demonstrarem confiança no programa de ajustamento português.

Do lado oposto está Espanha, onde a pressão tem aumentado. Os juros das obrigações espanholas voltaram a subir na sessão de hoje, voltando a negociar acima dos 6% no prazo a 10 anos, numa altura em que a especulação em torno de um possível resgate financeiro tem aumentado.
2
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: