Europa Justiça belga ordena detenção de Puigdemont

Justiça belga ordena detenção de Puigdemont

O Ministério Público belga ordenou a detenção do presidente destituído da Catalunha, Carles Puigdemont, e dos seus ex-conselheiros regionais, noticiou hoje a agência espanhola Efe.
Justiça belga ordena detenção de Puigdemont
Reuters
Negócios com Lusa 05 de novembro de 2017 às 11:36

Segundo a Efe, o Ministério de Bruxelas ordenou à polícia que detenha Puigdemont, antes de designar um juiz de instrução que recolha as suas declarações para decidir sobre o mandado europeu de detenção que foi pedido pelas autoridades espanholas.


No sábado, Puigdemont afirmou-se disposto a "cooperar plenamente" com a justiça belga no âmbito do mandado europeu de detenção emitido pela justiça espanhola.

As detenções ocorrerão nas próximas horas. Para as 14h00 (hora local) está convocada uma conferência de imprensa para informar sobre a situação de Carlos Puidgdemont e dos ex-conselheiros Antoni Comín (Saúde), Clara Ponsatí (Educação), Lluís Puig (Cultura) e Meritxell Serret (Agricultura).

Segundo o El País, uma vez levados perante o juiz, este terá 24 horas para tomar uma decisão sobre a mandado europeu de detenção emitido pela magistrada Carmen Lamela. O diário observa que é improvável que a Bélgica rejeite o mandato porque isso abriria um conflito diplomático entre os dois países. 

 




Saber mais e Alertas
pub