Saúde Legionella: Hospital Cuf Descobertas está a contactar 800 doentes

Legionella: Hospital Cuf Descobertas está a contactar 800 doentes

O hospital CUF Descobertas, em Lisboa, está a contactar todos os doentes que estiveram internados entre os dias 6 e 26, para despistar eventuais casos de "legionella".
Legionella: Hospital Cuf Descobertas está a contactar 800 doentes
Lusa
Lusa 29 de janeiro de 2018 às 20:54

Depois de terem sido detectados seis casos da doença dos legionários no hospital já foram contactadas 160 das 800 pessoas que estiveram no internamento no referido período, tendo duas dessas pessoas sido aconselhadas a ir ao hospital, por poderem ter "alguns sintomas", disse hoje o director clínico adjunto da instituição, Paulo Gomes (na foto, ao centro). 

 

Em conferência de imprensa o responsável deu conta que continuam internadas seis pessoas, as quatro detectadas no sábado, que "estão a evoluir bem" e as duas detectadas já no domingo, que têm "um quadro de pneumonia, mas sem sinal de gravidade" e que estão "estáveis".

 

Paulo Gomes disse que os novos dois casos não surpreendem as autoridades do hospital, "bem como outros casos que possam vir a aparecer", mas disse que o hospital, porque está a passar por um período de "hipervigilância", com ajustes na desinfecção, é agora muito seguro para doentes e trabalhadores.




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Os hospitais tugas (públicos e privados) são uma vergonha e em termos de higiene e segurança piores que muitas suiniculturas. Os actuais e anteriores ministros da tutela já deviam estar no céu há muito!

pub