Lei Laboral Lei laboral: o que vai avançar
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Lei laboral: o que vai avançar

Penalização da contratação a prazo, introdução da reforma a tempo parcial, revogação do banco de horas individual e dinamização da contratação colectiva. Foram as prioridades definidas pelo Governo e pelo PS numa semana marcada pela crescente pressão de PCP e BE.
Lei laboral: o que vai avançar
Lusa
Catarina Almeida Pereira 08 de fevereiro de 2018 às 08:45

Penalização de contratos a prazo
O combate à precariedade tem sido assumido pelo ministro do Trabalho como uma das prioridades. O programa do Governo prevê a restrição das situaç

)

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 1 semana

O mundo fúncio-sindicalista está exaltante. O crescimento num dos países mais pobres e insustentáveis da UE já é o quinto pior quando deveria ser pelo menos o quinto melhor.

comentários mais recentes
Anónimo Há 5 dias

Mais uma jogada baixa do socialismo tuga para atrasar até ao limiar do insustentável a automatização já disponível no mercado a baixo custo e com elevada eficiência. Os consumidores, contribuintes, utentes, inovadores, investidores e empreendedores que paguem.

Anónimo Há 1 semana

O mundo fúncio-sindicalista está exaltante. O crescimento num dos países mais pobres e insustentáveis da UE já é o quinto pior quando deveria ser pelo menos o quinto melhor.

Anónimo Há 1 semana

Em claro contra ciclo com o mundo mais rico, avançado e desenvolvido. Com medidas destas, de quinto pior crescimento na UE ao primeiro lugar entre os piores, é um saltinho. Dá-lhe PS!

Fpublico condenado a 48 anos trabalho/descontos Há 1 semana

CUSTA ENTENDER OS MOTIVOS DO BE E PCP ACEITAREM LEI DE APOSENTAÇÃO DO TEMPO DOS FASCISMO PARA ALGUMAS CLASSES
DEMOCRACIA DISCRIMINATORIA É IGUAL A FASCISMO
O MEU CONTRATO É DO TEMPO DE SALAZAR. NAO QUERO LEIS DA DEMOCRACIA
NÃO SOU GRUNHO. NASCI EM PORTUGAL E SOU BRANCO

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub