LEX Lei penal aplicada às empresas "vai começar a doer"
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
LEX

Lei penal aplicada às empresas "vai começar a doer"

Em tribunal têm sido parcos os casos de responsabilização penal de pessoas colectivas, mas na opinião do penalista André Lamas Leite a tendência é para a situação ganhe outros contornos. A aplicação da lei "vai começar a doer", afirma.
Lei penal aplicada às empresas "vai começar a doer"
António Lamas Leite (à esquerda) e Francisco Patrício são os responsáveis pelo novo Grupo de Trabalho de Direito Penal, Sancionatório e Compliance da Abreu Advogados.
Bruno Simão
João Maltez 26 de janeiro de 2017 às 11:01

O Código Penal prevê desde 2007 a responsabilização de pessoas colectivas, mas os casos que têm chegado a tribunal não abundam. André Lamas Leite, penalista e consultor da Abreu Advogados, acredita que a )

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 26.01.2017

DEVE SER VERDADE...

OS MAIORES BANDIDOS CHAMAM-SE "ADVOGADOS"...!!!

Camponio da beira 26.01.2017

Depois dos vigaristas fazerem as insolvencias que quiseram até fazerem fortunas colossais, tudo foi manteiga, agora,depois de voarem 35.MM dos bancos, mais uma quantidade infindável de pequenas empresas que fecharam por causa dos caloteiros da gravata é que isto se torna vinagre. Vão para a gávea.

Anónimo 26.01.2017

É preciso castigar severamente e ao mesmo tempo tirar-lhes tudo quanto desviaram ou até o passaram para descendentes. Acabem com os corruptos.
Infelizmente a maioria dos deputados na A. R não exercem a profissão como deveriam, estão lá para tratar da vida deles.

Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub