Finanças Públicas Líder do BCP pede "acordo de regime" para redução da dívida pública

Líder do BCP pede "acordo de regime" para redução da dívida pública

Nuno Amado diz que, no início de cada legislatura, deveria ser definido um calendário de diminuição do rácio de dívida pública face ao PIB, "independentemente das políticas para lá chegar".
Líder do BCP pede "acordo de regime" para redução da dívida pública
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 13 de novembro de 2017 às 18:19

Questionado sobre o Orçamento do Estado na conferência de imprensa de apresentação de resultados, nos primeiros nove meses do ano, o presidente executivo do Banco Comercial Português pediu aos partidos um "acordo de regime" no que à dívida pública diz respeito.

 

"É pena não haver um acordo de regime no sentido de haver um calendário acordado para a redução do nível de dívida pública face ao produto interno bruto (PIB)", assinalou Nuno Amado esta segunda-feira, 13 de Novembro.

 

O líder do BCP acredita que a diminuição desse indicador está efectivamente a acontecer, mas ainda não garante o nível de segurança adequado nem assegura o acesso aos mercados numa situação em que o Banco Central Europeu não esteja a adquirir obrigações.

 

Segundo Nuno Amado, faria sentido elaborar um calendário em qualquer legislatura, que defina o nível de redução do indicador por cada ano. "Era importante objectivos por legislatura, independentemente das políticas para lá chegar", disse.

 

Portugal continua a apresentar um dos rácios de dívida pública mais elevados da União Europeia, em Junho, de 132,4% do PIB. 

 




A sua opinião11
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado JCG Há 4 dias

Este gajo pede acordo de regime?... mas a que propósito vem isso na apresentação de contas de uma empresa? de facto, quem manda nisto tudo são esses baronetes que abancam nos bancos e que nem sequer têm qualquer contenção nas suas exibições de poder. O tipo fala do BCP como se aquilo fosse o seu quintal e arma-se além disso em catedrático de economia....

comentários mais recentes
o GRANDE OLHARAC : o guru do BCP Há 4 dias




ATÉ ao fim deste ano 2017 a PHAROL vai - se aproximar dos 0.10 ao passo que o MILENIUM BCP vai - se aproximar dos 0.50

JCG Há 4 dias

Este gajo pede acordo de regime?... mas a que propósito vem isso na apresentação de contas de uma empresa? de facto, quem manda nisto tudo são esses baronetes que abancam nos bancos e que nem sequer têm qualquer contenção nas suas exibições de poder. O tipo fala do BCP como se aquilo fosse o seu quintal e arma-se além disso em catedrático de economia....

Jose Há 4 dias

Que deus te leia lol

A conversa dele Há 4 dias

O que tu queres é o dinheiro dos contribuintes, faz-te à vida malandro.

ver mais comentários
pub