União Europeia Londres garante que eleições antecipadas não afectam calendário do Brexit

Londres garante que eleições antecipadas não afectam calendário do Brexit

O porta-voz da primeira-ministra britânica assegurou que o agendamento de eleições antecipadas para Junho não vai alterar os prazos relativos ao processo de saída do Reino Unido da UE. Donald Tusk diz que o Brexit é digno de ser um filme realizado por Hitchcock.
Londres garante que eleições antecipadas não afectam calendário do Brexit
Reuters
David Santiago 18 de abril de 2017 às 14:14

O prazo limite para a concretização da saída do Reino Unido da União Europeia (UE) não será afectado pela decisão do Governo britânico de antecipar eleições para o próximo dia 8 de Junho.

 

De acordo com declarações feitas esta terça-feira, 18 de Abril, pelo porta-voz da primeira-ministra britânica, Theresa May, e citadas pela agência Reuters, o processo do Brexit "continua tal como está".

 

Este porta-voz adiantou ainda que Theresa May teve total apoio para antecipar eleições da parte dos seus ministros durante uma reunião realizada já na manhã desta terça-feira, isto depois de ontem a chefe do Governo britânico ter transmitido a sua vontade à rainha Isabel II.

 

No passado dia 29 de Março, Londres fez chegar a Bruxelas uma carta a accionar o artigo 50 do Tratado de Lisboa, assim formalizando o início do processo de saída de um Estado-membro da UE. Começou então a contar a partir dessa data o prazo máximo de dois anos para a concretização da saída.

 

Do lado do bloco europeu também já chegou a mensagem de que o acto eleitoral britânico não influenciará as intenções de Bruxelas. "As eleições no Reino Unido não alteram os nossos planos", disse Preben Aamann, porta-voz do presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk.

 

Tusk irá presidir a uma cimeira dos 27 Estados-membros (sem a participação de Londres) em que se espera que os líderes europeus cheguem a acordo sobre as linhas gerais que deverão nortear a posição do bloco europeu nas conversações com vista ao Brexit.

 

Para 22 de Maio, notou este porta-voz de Tusk, os Estados-membros da União deverão acordar as directivas finais que o negociador-chefe da missão europeia para o Brexit, Michel Barnier, deverá seguir nas conversações com o Reino Unido.

 

Barnier disse ainda esperar que as negociações formais para o Brexit devem começar no início de Junho, possibilidade que agora poderá estar em causa tendo em conta o provável agendamento de eleições parlamentares para essa altura, já que não se sabe qual será a posição do Governo britânico nesse momento.

 

Tusk diz que eleições antecipadas são reviravolta digna de Hitchcock

 

Já depois de ter confirmado que manteve uma "boa" conversa ao telefone com Theresa May sobre a marcação de eleições, Donald Tusk escreveu na rede Twitter que "foi [o realizador] Hitchcock  a realizar o Brexit: primeiro um tremor de terra e depois a tensão cresce".

 

O antigo primeiro-ministro da Polónia fez assim uma referência à conhecida frase de Hitchcock, segundo o qual um filme capaz de agarrar a audiência deve "começar com um tremor de terra e depois ser seguido de tensão crescente".


A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub