Angola Luanda bate Nova Iorque, Londres e Paris e é a cidade mais cara para expatriados

Luanda bate Nova Iorque, Londres e Paris e é a cidade mais cara para expatriados

A capital angolana, Luanda, foi considerada como a cidade mais cara para os expatriados se mudarem em 2017, entre dados de 75 metrópoles internacionais analisados pela empresa Movinga.
Luanda bate Nova Iorque, Londres e Paris e é a cidade mais cara para expatriados
Negócios 20 de janeiro de 2017 às 09:28

O Índice de Preços de Mudança para expatriados, divulgado hoje pela empresa alemã, refere que os custos de vida para um expatriado no primeiro mês em Luanda atingem os 3.259,32 dólares (3.056 euros), à frente de cidades e capitais como Nova Iorque (3.084,75 dólares), Londres (2.614,35 dólares), Hong Kong (2.265,41 dólares) ou Paris (1.871,37 dólares).

 

Segundo este estudo da Movinga, empresa especialista em mudanças, só para alugar um quarto, um expatriado pode pagar, em média, em Luanda, 2.030,39 dólares (1.900 euros) - por 35 metros quadrados - mensalmente, enquanto as despesas com alimentação e bebidas rondam os 1.124,24 dólares (1.053 euros) por mês.

 

Angola vive uma profunda crise financeira e económica decorrente da quebra das receitas do petróleo, o que influenciou a subida dos preços, 42% entre Janeiro e Dezembro de 2016.

 

Medellín (Colômbia), Bucareste (Roménia) e Tunes (Tunísia), são indicados neste estudo como as grandes cidades mais baratas para viver no primeiro mês, sendo necessários em média 397,80 dólares (372 euros).

 


A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 20.01.2017

Pobres Angolanos,sem agua potavel, sem sistema de saude, vivem em condiçoes degradaveis, nivel de vida carissimo, PORQUÊ? È facil, courrupçao , cancro do pais, desvia-se a torto e direito em prol de malfeitores. Quem sofre?Sempre o ZÈ. Não investem no pais, roubam o desgraçado, investem fora(P/eles

pub