Finanças Públicas Madeira injecta 38,8 milhões em quatro sociedades

Madeira injecta 38,8 milhões em quatro sociedades

Os empréstimos são para a Sociedade de Desenvolvimento Porto Santo, Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento, Ponta do Oeste - Sociedade de Promoção e Desenvolvimento da Zona Oeste da Madeira e Sociedade de Desenvolvimento do Norte da Madeira.
Madeira injecta 38,8 milhões em quatro sociedades
Hélder Santos
Lusa 13 de janeiro de 2017 às 20:16
O Conselho de Governo da Região Autónoma da Madeira decidiu autorizar a injecção de 38,8 milhões de euros em quatro sociedades de desenvolvimento, revela hoje o Jornal Oficial da Região (JORAM).

Em quatro resoluções distintas, o executivo liderado por Miguel Albuquerque alega que sendo a região "a única accionista" ou "sócia maioritária" nas sociedades, "qualquer accionista pode fazer empréstimos à sociedade de que careça, nos termos legalmente estabelecidos".

Estas resoluções foram tomadas na reunião de 12 de Janeiro de 2017 na qual, publicamente, apenas foram dadas a conhecer outras resoluções que se prendiam com o ordenado mínimo proposto pelo executivo ou a autorização de compra por parte da Investimentos Habitacionais da Madeira de apartamentos para os desalojados dos incêndios de Agosto de 2016.

Os empréstimos são para a Sociedade de Desenvolvimento Porto Santo, no valor de 7,039 milhões de euros, para a Sociedade Metropolitana de Desenvolvimento, com um valor de 11,307 milhões de euros, para a Ponta do Oeste - Sociedade de Promoção e Desenvolvimento da Zona Oeste da Madeira, que recebe 11,498 milhões de euros e, finalmente, para a Sociedade de Desenvolvimento do Norte da Madeira, com um valor de 8,999 milhões de euros.

O total dos empréstimos concedidos e autorizados pelo governo da Madeira totalizam 38,843 milhões de euros.



A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Tudo a roubar 14.01.2017

Roubem tudo que a policia é só para o boneco.

saraiva14 13.01.2017

Empréstimos para sociedades de desenvolvimento!? Isso são ordenados para boys e despesas de representação! São empréstimos sem retorno! De lá não volta nada! Assim se faz o 'mal-parado'!

Anónimo 13.01.2017

E mais uma para os privados da metrople pagarem,independice-se essa raca,ja temos ca ladroes a mais.