Economia Maioria das novas indústrias só tem de comunicar à autarquia para abrir as portas
Assinatura Digital. Negócios Primeiro Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE

Maioria das novas indústrias só tem de comunicar à autarquia para abrir as portas

As unidades de menor perigosidade poderão usufruir da nova lei a partir de Março do próximo ano.

O Governo aprovou ontem o diploma que simplifica e reduz os prazos de licenciamento industrial, prevendo-se que

Assinatura Digital. Negócios Primeiro
Para ler tudo faça LOGIN ou ASSINE
Análise, informação independente e rigorosa.
Para saber o que se passa em Portugal e no mundo,
nas empresas, nos mercados e na economia.
  • Inclui acesso ao ePaper, a versão do Negócios tal como é impresso em papel. Veja aqui.
  • Acesso ilimitado a todo o site negocios.pt
  • Acesso ilimitado via apps iPad, iPhone, Android e Windows
Saiba mais



A sua opinião7
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
otelo 05.05.2012

Andamos a ouvir falar da desburocratização dos actos públicos há quase 50 anos. Ou este país é diferente dos outros todos ou estamos metidos com uma cambada de alucinados ou alienados mentais. Que coisa difícil chegar à porr a da AR e fazer leis, que dificuldade monstra!!!!! Só para cortar nos subsídios é que é tão fácil, indo mesmo contra a Constitu~ção da RP. Isto já não vai lá a bem, não vai não. Otelo onde andas, trata desta gente!

Anónimo 04.05.2012

Grande novidade, penso que só está a adiar a aplicação do DL. 48/2011 por mais um ano, porque este DL chamado "Licenciamento Zero" deveria entrar em vigor em Maio de 2012.
Esta grande medida deste chaparro só vem atrasar mais um ano esta medida.
Por acaso estava à espera da entrada em vigor no presente mês de Maio para avançar com uma pequena industria, mas parece que tenho de esperar mais 1 ano.
Ricos Politicos estes!!!!!!!!

quico_jneg 04.05.2012

O comum é haver "reserva agricola, reserva ecologica e reserva florestal". Isso cria nos organismos e funcionarios publicos com ordenado assegurado a ideia de que se trata de localizações de reserva " para não tocar, para criar entraves etc" . Dificulta a vida a todos. Por exemplo um empresaria agricola que deseje fazer uma vinha em reserva agriola e tiver de fazer uma drenaguem, ou canalização de uma pequena linha de agua, ve-se confrontado com a palavra "reserva" e um funcionario a zelar pelos interesses da reserva. ´Se a actividade é agriola tudo, desde que relacionado e adequado a activaidade agricola deveria ser previamente autorizado e não condicionado a licenciamento da CCRN, ARH, camara muinicipal etc, tudo a fazer parceres em duplicado e triplicado, com os seus prazos proprios etc, sobre uma actividade que desconhecem. Bastava o mudar o termos "reserva" para zona agriola ou ecologica. Quando é um parque natural ai sim é "reserva"

quico_jneg 04.05.2012

acabou porque agora não há quem compre.
Esta farça economica de criar montes de entraves á criação de riquesa levou a que não se cria riquesa. As coisas param. Agora tem de se criar facilidades, para ver se mais tarde á dificuldades para cobrar.....abrir empresas é facil, mas cuidado com o tapete vermelho, pois a lei tem de se cumprir na mesma e o funcionario publico vai aparecer mais tarde a cobrar as dificuldades.

ver mais comentários
Notícias só para Assinantes
Exclusivos, análise, informação independente e credível. Para saber o que se passa em Portugal e no mundo, nas empresas, nos mercados e na economia. Inclui acesso à versão ePaper.
Mais uma forma de ler as histórias
da edição impressa do Negócios.
Se ainda não é Assinante Saiba mais
pub
pub
pub
pub