Eleições Manuel Pizarro acusa Rui Moreira de fazer campanha com empresas municipais

Manuel Pizarro acusa Rui Moreira de fazer campanha com empresas municipais

O candidato socialista à câmara do Porto, Manuel Pizarro, acusou Rui Moreira de estar a fazer campanha com administradores de empresas municipais, que também fazem parte da sua lista.
Manuel Pizarro acusa Rui Moreira de fazer campanha com empresas municipais
Bruno Simões 02 de agosto de 2017 às 12:12

A candidatura de Manuel Pizarro acusa Rui Moreira de uma "grave violação dos deveres éticos de isenção" por ter colocado "três administradores de empresas municipais (quase um em cada quatro do total de 13 componentes da candidatura), para além de um adjunto de pelouro" na sua lista para as eleições para a câmara do Porto. Adicionalmente, o PS acusa Moreira de fazer campanha com funcionários e administradores municipais.

Em causa estão, segundo apurou o Negócios, Fernando Paulo, presidente da Domus Social, Pedro Baganha, administrador executivo da GOP, e Nuno Lemos, administrador executivo da Porto Lazer. Daniel Freitas, adjunto do Vereador do Ambiente, é o outro visado pelo PS.

 

"As pessoas em causa foram nomeadas" e actuam na "dependência do agora candidato, Rui Moreira". "Que se mantenham em funções durante a campanha eleitoral é especialmente condenável", acrescenta o candidato, num comunicado enviado esta manhã às redacções.

 

Aliás, "nas últimas semanas, são múltiplas as ocasiões em que o candidato Rui Moreira aparece rodeado de administradores e de outros funcionários municipais em acções de campanha eleitoral", um comportamento que "merece do PS Porto a mais viva condenação e repúdio". Trata-se de "abuso de poder na utilização dos cargos de nomeação do município", prossegue.

 

Os socialistas ironizam com a classificação de candidatura independente de Moreira. "A simples invocação da ética e da independência de nada serve, se não for acompanhada de uma atitude de transparência e rigor na forma como os cargos públicos são exercidos". E deixa mais uma alfinetada: "Nunca, em nenhum momento anterior, nos mandatos de Fernando Gomes, de Nuno Cardoso ou de Rui Rio, se verificou uma tal promiscuidade entre os lugares de nomeação e as candidaturas ao município".


Moreira: PS não manda nas listas

 

Ao Negócios, a candidatura de Rui Moreira pergunta se é proibido fazer campanha com os administradores de empresas municipais. O director de campanha Nuno Santos diz que o PS não manda nas listas de Rui Moreira. "O PS quis mandar nas listas da candidatura de Rui Moreira, depois quis sair. Agora quer outra vez mandar. Mas não vai mandar", reage.




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Força... Lutem até à morte. O que ficar vivo, ganha. O ideal seria caírem ambos. O mundo ficaria menos poluído.

Aos poucos Rui Moreira vai mostrando Há 2 semanas

as garras. Diz o visado "é proibido arregimentar apoiantes previamente instalados pelo próprio" pode não o ser, mas lá que feio, é. A lei (ou a falta dela) não pode ser desculpa para os chicos espertos que a manipulam a seu bel prazer como mesmo à vontade dos imbecis para quem a desculpa tudo limpa

Mr.Tuga Há 2 semanas

Tão amigos que estes politiqueiros de TRAMPA eram.....

Limpem mas é a cidade!
Mete nojo!
Lixo, anarquia e INTRANSITAVEL com tanto turistazeco de MIerda de 3ª!!! O centro da cidade mete nojo de INTRANSITAVEL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Só romarias.....

pub
pub
pub
pub