União Europeia Mapa: Dívida portuguesa foi a segunda da UE que mais aumentou

Mapa: Dívida portuguesa foi a segunda da UE que mais aumentou

Veja o mapa com a evolução do rácio da dívida pública sobre o PIB em todos os países da União Europeia.
Nuno Carregueiro 01 de novembro de 2017 às 13:00

No segundo trimestre a dívida pública em Portugal situou-se em 249 mil milhões de euros, o que representa 132,1% do PIB. Este valor representa um agravamento de 1,7 pontos percentuais face ao primeiro trimestre (130,4%), sendo que na Zona Euro só a Lituânia fez pior (aumentou o endividamento em 2,6 pontos percentuais para 41,7% do PIB).

 

Os dados já foram revelados pelo Eurostat na semana passada, sendo que  o Negócios os apresenta agora em mapa (ver em cima), onde é possível visualizar a evolução em todos os países da UE.

 

Na comparação com o segundo trimestre do ano passado, Portugal também regista um agravamento do endividamento, que embora de menor dimensão (0,8 pontos percentuais), permanece como um dos mais elevados da Zona Euro.

 

Portugal continua com a terceira maior dívida entre os países da Zona Euro, pois em Itália o endividamento também aumentou, situando-se no segundo trimestre em 134,7% do PIB. A Grécia permanece com o estatuto de país com maior dívida (175% do PIB), sendo que depois de Portugal surge Chipre, com 107,6%.

 

Olhando para o conjunto dos países do Euro, a dívida pública baixou para 89,1% no segundo trimestre, menos uma décima do que nos três meses anteriores.

A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 2 semanas

Desculpe Carlos ou não percebeu ou tem a mentalidade da xuxaria(politica terra queimada, BANCARROTA). (-5 +5 < 0)? E o PR o que diz destas notícias?

Anónimo Há 2 semanas

De vitória em vitória até a "banca rota" final, neste caso será a 4ª BR do PS. Votem nestes que são bons.

domingos Há 2 semanas

Quando a economia voltar a arrefecer vai ser bonito!!! Se a dívida com crescimento do PIB continua a aumentar imaginem o que acontecerá quando este crescimento voltar a diminuir... em 2011 a dívida acumulada representava cerca de 90% do PIB. E foi o que se viu... ninguém explica aos geringonças que deveríamos estar a “repor” os níveis de dívida pública nos níveis de 2011 ou mesmo de 2008??!!! Para a próxima vamos ter uma crise á Grega!!!

Explica Carlos Há 2 semanas

Para o Carlos perceber, se foi nova dívida para pagar a antiga, o saldo não subia... é mesmo resultado das mentiras da xuxalhada e esquerdalha, que inventam sempre justificação para mais dívida na esperança de ferrar o calote mais tarde. E depois ainda passar as culpas para a direita. Sem novidade.

ver mais comentários
pub