Conjuntura Mapa: PIB de Portugal destaca-se na Zona Euro

Mapa: PIB de Portugal destaca-se na Zona Euro

O crescimento em cadeia do PIB português no terceiro trimestre foi o mais elevado entre os 15 países da Zona Euro com dados disponíveis. Veja o mapa.

 

O produto interno bruto (PIB) português avançou 1,6% no terceiro trimestre deste ano face ao mesmo período de 2015 e registou um crescimento de 0,8% face aos três meses anteriores.

 

De acordo com o Eurostat, este crescimento em cadeia é o mais elevado entre os países para os quais existem dados. A variação em cadeia do PIB da Zona Euro no terceiro trimestre ainda não é conhecida em países como a Irlanda e o Luxemburgo. Espanha, Holanda e Eslováquia surgem perto de Portugal, com um crescimento de 0,7%.

 

Na variação homóloga (terceiro trimestre contra o mesmo período do ano passado), são vários os países da Zona Euro com um crescimento do PIB mais expressivo. É o caso da Alemanha (1,7%), Espanha (3,2%) e a Holanda (2,4%).   

 
O desempenho da economia nacional bateu as estimativas dos analistas. Os mais optimistas apontavam para um crescimento de 1,3%, enquanto os mais pessimistas esperavam uma variação de apenas 1%.

 

Zona Euro cresce 0,3% 

 

Depois de vários trimestres de divergência, a economia portuguesa conseguiu crescer acima da Zona Euro no terceiro trimestre na variação em cadeia, igualando o desempenho na comparação homóloga.

 

O produto interno bruto (PIB) da Zona Euro aumentou 0,3%, no terceiro trimestre quando comparado com o trimestre anterior, revelou esta terça-feira, 15 de Novembro, o Eurostat. Esta tinha sido já a leitura inicial e ficou em linha com as estimativas dos analistas consultados pela Bloomberg. Já na União Europeia o crescimento foi de 0,4%.

 

Em termos homólogos, o PIB da Zona Euro cresceu 1,6%, idêntico ao do segundo trimestre, e a União Europeia expandiu-se 1,8%.

 

Além de Portugal, surpresa foi também o crescimento da Grécia, cujo PIB aumentou 0,5%, acelerando o ritmo de crescimento, tal como já tinha sido revelado na segunda-feira.

 

Mas os grandes destaques são a França, que conseguiu regressar ao crescimento económicos (0,2%), depois de ter observado uma contracção de 0,1% no segundo trimestre, e a Itália, que estagnou no segundo trimestre e que voltou a crescer 0,3% nos três meses seguintes.

 

Além destes países, apenas a Áustria e a Finlândia registaram melhorias económicas em cadeia, ainda que nenhum país da União Europeia tenha registado qualquer contracção económica.




A sua opinião28
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo Há 3 semanas


PEEENSIONISTA DA CGA

És proprietário da parte da pensão que corresponde aos descontos efetuados!

O resto, mais de metade, é uma esmola que os trabalhadores e os contribuintes portugueses te dão, 14 meses por ano.

comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas


PEEENSIONISTA DA CGA

És proprietário da parte da pensão que corresponde aos descontos efetuados!

O resto, mais de metade, é uma esmola que os trabalhadores e os contribuintes portugueses te dão, 14 meses por ano.

Bem "jogado" privados Há 3 semanas

Boa notícia. Finalmente os privados,principalmente os do Turismo(pagando cada vez Menos),convenceram-se que têm de produzir Mais para sustentar tanto FP com excelentes ordenados e montes de regalias.
Fico à espera de melhor e maior crescimento pq ainda é incipiente,pois quero mais regalias.

Ciifrão Há 3 semanas

Alguma coisa deve estar mal nestes dados, o país continua anémico na produção de riqueza. O que ouço falar é de défice e impostos, essa é a certeza.

incrivel Há 3 semanas

Este ano já fomos com esta duas vezes campeões europeus

ver mais comentários
pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub