Conjuntura Mapa: Portugal continua entre os países mais pobres da Europa

Mapa: Portugal continua entre os países mais pobres da Europa

O PIB per capita de Portugal situa-se 23% abaixo da média da União Europeia, semelhante a países do leste europeu como a Eslováquia e a Lituânia. Confira todos os dados sobre este indicador no mapa do Negócios.
Nuno Carregueiro 14 de junho de 2017 às 12:00

O Eurostat divulgou esta terça-feira dois indicadores que medem a relação entre a riqueza produzida e o nível de consumo entre os países europeus. Dados que permitem concluir que Portugal continua entre os países mais pobres da Europa e longe dos vizinhos do centro da Europa.

 

Este "isolamento" é bem visível no mapa em cima. Quando analisado o PIB per capita, expresso em paridade do poder de compra, Portugal surge com um verde mais ténue do que outros países geograficamente mais próximos.

 

Os dados mais recentes referem-se a 2016, sendo que Portugal surge com 77, ou seja, a riqueza produzida em Portugal, por habitante, é 23% inferior à média da União Europeia.

 

O PIB per capita é um indicador de bem-estar económico e não necessariamente das famílias. Para medir o bem-estar das famílias o melhor indicador é o consumo per capita, também expresso em paridade do poder de compra.

 

Neste caso Portugal está também bem abaixo da média europeia (18%). Estes dois indicadores permitem avaliar qual a capacidade de produção e de consumo por habitante, quando são eliminadas as diferenças de preços entre países. Os dados revelados pelo Eurostat mostram que Portugal continua na segunda metade da tabela europeia e, em ambos os casos, ainda não recuperou o terreno perdido face ao resto da Europa durante o período de ajustamento.

 

Portugal tem falhado o processo de convergência com a União Europeia, sem bem que nos anos mais recentes também não tem empobrecido face aos parceiros comunitários.

 

No que diz respeito ao PIB per capita (que é utilizado para ilustrar o mapa em cima), tem-se mantido estável nos 77 nos últimos cinco anos (a excepção foi 2014, quando recuou ligeiramente para 78, ou 22% abaixo da média da UE). Se recuarmos até ao final da década passada, a conclusão já é diferente. O PIB per capita situou-se em 79 entre 2015 e 2018 e chegou a estar menos de 20% abaixo da média em 2009 e 2010.

 

Ou seja, tendo em conta este indicador, Portugal está hoje mais pobre face aos parceiros europeus do que há dez anos, falhando claramente um dos objectivos da União Europeia, que passa pela convergência económica entre os seus membros.

 

Leste europeu é o mais pobre

 

O mapa em cima ilustra bem como a Europa está dividida entre países mais ricos e mais pobres, com o centro a ser claramente onde se encontram as nações onde a riqueza é maior (arraste o cursor mais à direita da legenda do mapa para 100 para isolar os países mais pobres do que a média da UE).

 

É no Leste europeu onde se encontram os países mais pobres da UE, com destaque para Bulgária, Macedónia e Montenegro, onde a riqueza é inferior a metade da média da UE. É também nesta região do continente europeu onde se encontram vários países com níveis de riqueza por habitante semelhantes aos de Portugal. É o caso da Eslováquia (23% abaixo), Lituânia (25% abaixo) e Estónia (26% abaixo). (Altere a escala da legenda para entre 70 e 80 para encontrar os países com níveis idênticos aos de Portugal).

 

A Grécia (33% abaixo da média da UE) continua com um nível de riqueza inferior ao de Portugal e a Espanha superior (8% abaixo).

 

Como navegar no mapa 

Ao passar o cursor pelos vários países europeus, vê o dado relativo ao período mais recente (neste caso 2016). Ao seleccionar um país, vê o gráfico  da evolução do indicador ao longo dos períodos mais recentes (neste caso anos). Pode ainda alterar a legenda, para ver apenas os países que apresentam valores para o intervalo definido. Para isso tem que arrastar o cursor, que se situa a verde na parte inferior da legenda.

A sua opinião6
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado IS 18.06.2017

É pena que a erradicação da pobreza apesar de ser um tema consensual seja ainda um objectivo não conseguido.

comentários mais recentes
IS 19.06.2017

A pessoa registada na Cofina media com o nick "India.Bravo" é só mais um idiota que escreve neste espaço com uma linguagem rude e execrável, faz maioritariamente acusações avulsas com excesso de sinais de pontuação para ter o efeito de ênfase que procura e que não consegue de outra forma dado que as competências comunicativas que evidencia são medíocres.

IS 18.06.2017

O idiota [Leitor não registado] que no campo nome escreve "POIS É !" é uma das muitas pessoas profundamente estúpidas, iletradas e sem nome que não assumem a opinião que escrevem neste espaço.

IS 18.06.2017

É pena que a erradicação da pobreza apesar de ser um tema consensual seja ainda um objectivo não conseguido.

Diogo 15.06.2017

É o que dá a política dos salários baixos para agradar aos Srs. Patrões...

ver mais comentários
pub