Política Marcelo considera défice abaixo de 1,3% "boa notícia" e espera mais crescimento

Marcelo considera défice abaixo de 1,3% "boa notícia" e espera mais crescimento

O Presidente da República considerou "uma boa notícia" o défice deste ano ficar abaixo de 1,3% do Produto Interno Bruto (PIB) e afirmou que ainda espera que o crescimento possa "ir um bocadinho além" do previsto.
Marcelo considera défice abaixo de 1,3% "boa notícia" e espera mais crescimento
Bruno Simão/Negócios
Lusa 22 de dezembro de 2017 às 19:59

"Eu devo dizer que a minha convicção era já - mas eu corro sempre o risco, nesse particular, de ter falado com optimismo - de que o crescimento pudesse ir um bocadinho além e que ainda possa ir além do que se falou, 2,5 %, agora 2,6%. Veremos se pode ir ou não além", declarou Marcelo Rebelo de Sousa.

 

O chefe de Estado falava aos jornalistas à entrada do Mercado da Ribeira, em Lisboa, a propósito dos dados do Instituto Nacional de Estatística (INE) hoje divulgados, segundo os quais o défice até Setembro se fixou em 0,3% do PIB, e do anúncio feito na quinta-feira pelo primeiro-ministro de que o défice no final do ano será inferior a 1,3%.

 

Quanto ao valor do défice no final do ano, o Presidente da República considerou que "é uma boa notícia ficar aquém de 1,4% e ficar em 1,3% ou, como diz o senhor primeiro-ministro, ligeiramente abaixo de 1,3%, à volta de 1,3%".




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Conseguiu unir os portugueses.

pub