Política Marcelo convoca Conselho de Estado para 31 de Março

Marcelo convoca Conselho de Estado para 31 de Março

"O problema do comércio internacional" é o tema da próxima reunião entre o Presidente da República e os seus conselheiros de Estado.
Marcelo convoca Conselho de Estado para 31 de Março
Bruno Simão/Negócios
Sara Antunes 01 de fevereiro de 2017 às 18:21

O Presidente da República revelou esta quarta-feira, 1 de Fevereiro, que convocou o Conselho de Estado para dia 31 de Março.

 

Marcelo Rebelo de Sousa adiantou que a reunião vai incidir "sobre o problema do comércio internacional" e os "desafios que se colocam", de acordo com declarações aos jornalistas, transmitidas pela TVI 24.

 

O encontro com os conselheiros de Estado servirá para "pensar na posição de Portugal na Europa e também no mundo".

O tema surge numa altura em que os EUA estão a implementar políticas comerciais mais restritivas. Com Donald Trump na presidência do país, as ordens são de políticas mais proteccionistas e de corte de acordos comerciais internacionais. 

 

A TSF já tinha avançado que o Presidente da República tinha pedido aos conselheiros de Estado para reservarem a data, o que sugeria que a reunião, que ocorre de três em três meses, estivesse a ser agendada para 31 de Março.

 

O Conselho de Estado é composto por 19 personalidades. Além do primeiro-ministro, do presidente da Assembleia da República, dos ex-presidentes da República, fazem também parte o presidente do Tribunal Constitucional, o Provedor de Justiça, os presidentes das Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira, além de outros responsáveis nomeados pelo próprio Presidente. 

Composição do Conselho de Estado

- Eduardo Ferro Rodrigues - Presidente da Assembleia da República; 
- António Costa - Primeiro-Ministro; 
- Manuel da Costa Andrade - Presidente do Tribunal Constitucional; 
- José Francisco de Faria Costa - Provedor de Justiça;
- Vasco Cordeiro - Presidente do Governo Regional dos Açores;
- Miguel Albuquerque - Presidente do Governo Regional da Madeira;
- António Ramalho Eanes;
- Jorge Sampaio;
- Aníbal Cavaco Silva;
- António Lobo Xavier;
- Eduardo Lourenço;
- Luís Marques Mendes;
- Maria Leonor Beleza;
- António Damásio;
- Carlos César;
- Francisco Pinto Balsemão;
- Francisco Louçã;
- Adriano Moreira;
- Domingos Abrantes Ferreira




A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 3 semanas

Nestes dois meses o Presidente (que teve o meu voto) ainda não tinha ocupado o 31/3.
Assim, o Senhor Presidente preencheu a agenda!!!

Anónimo Há 3 semanas

É um bom tema. Se estudarem bem a evolução da balança comercial portuguesa nos ultimos 30 anos pode ser que descubram porque é que o Pais chegou à sua actual situação. A dívida é apenas a conaequência final.

Anónimo Há 3 semanas

Era mais inteligente se o tema fosse a nossa dívida. Não vê um boi de economia, come tudo o que lhe dizem, e quando acordar vai ser tarde. Mas como também não é ele que paga, não precisa de se aconselhar. Com um jeitinho e tão bronco é, ainda acabava a concordar com o Louçã.

pub
pub
pub
pub