Segurança Social Marcelo diz que concertação social está viva

Marcelo diz que concertação social está viva

O Presidente da República defende que o acordo feito em Dezembro na concertação social está vivo, apesar da substituição da redução da TSU pela diminuição do PEC.
Marcelo diz que concertação social está viva
Bruno Simão
Negócios com Lusa 26 de janeiro de 2017 às 17:16
O Presidente da República afirmou esta quinta-feira que o acordo de Concertação Social assinado na semana passada vai ter uma adenda que substitui a descida da Taxa Social Única pela redução do Pagamento Especial por Conta (PEC) e continua vivo.

"Aquilo que eu soube é que vai haver uma adenda ao acordo. Portanto, o acordo não estava morto, estava vivo", declarou Marcelo Rebelo de Sousa aos jornalistas, no final de uma cerimónia na Fundação Luso-Americana para o Desenvolvimento (FLAD), em Lisboa.

O chefe de Estado adiantou que "os mesmos que tinham subscrito o acordo subscrevem esta adenda, esta substituição, se quiserem, de medidas" e referiu também que "está garantida a aprovação no Parlamento" da redução do PEC aprovada esta quinta-feira em Conselho de Ministros.

"Portanto, isto dá um bocadinho de razão àquilo que eu dizia a certa altura, que a procissão ainda ia no adro, que até esperar pelo fim do processo faltava algum tempo", considerou.

O Conselho de Ministros aprovou esta quinta-feira um alívio no PEC para as empresas, por forma a substituir a redução da Taxa Social Única (TSU) que foi chumbada esta quarta-feira no Parlamento. Esta medida fazia parte do acordo assinado entre o Governo, patrões e UGT em Dezembro e servia de compensação às empresas pelo aumento do salário mínimo, de 530 para 557 euros, em vigor desde 1 de Janeiro.    




A sua opinião9
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 27.01.2017

Todos vivos Senhor Presidente mas, moribundos!!!

Anónimo 27.01.2017

Se está viva não se deve nem a Marcelo nem a Costa. A geringonça chegou à concertação social e de forma arrogante impôs a sua posição e disseram: vai ser assim porque eu quero! Aguentem!. Teve der ser o PSD a votar contra a TSU para obrigar o gov a ir à concentração social negociar. Aprende tótó!!

Anónimo 26.01.2017

Claro que sim Há feiras de gado todos os dias pelo País fora.

nb 26.01.2017

E se este homem por algumas vezes parasse de comentar. Parece que ainda não percebeu que já não está na TV.

ver mais comentários
pub