União Europeia Marcelo: Eleições no Reino Unido são "boa notícia" se for para aumentar legitimidade

Marcelo: Eleições no Reino Unido são "boa notícia" se for para aumentar legitimidade

O Presidente da República considerou hoje fundamental que as negociações sobre o 'Brexit' corram bem, sublinhando que se é importante mais legitimidade, a decisão de realizar eleições antecipadas no Reino-Unido é uma boa notícia.
Marcelo: Eleições no Reino Unido são "boa notícia" se for para aumentar legitimidade
Miguel Baltazar
Lusa 18 de abril de 2017 às 14:18
"O fundamental é que corram bem as negociações, quer para o Reino Unido quer para a União Europeia (UE)", afirmou o chefe de Estado, Marcelo Rebelo de Sousa, em declarações aos jornalistas à margem de uma visita ao Hospital de Luz, em Lisboa, num comentário sobre a intenção da primeira-ministra britânica, a conservadora Theresa May, de convocar eleições gerais antecipadas para 8 de Junho.

E, acrescentou, "se para isso é importante mais legitimidade, então são boas notícias".

Numa inesperada declaração na residência oficial do número 10 de Downing Street, a chefe do Governo britânica comunicou a decisão de chamar os britânicos às urnas e não esperar até 2020, o ano marcado para a próxima consulta eleitoral.

A primeira-ministra admitiu que chegou à conclusão de que tinha de convocar eleições para que o Reino Unido possa contar com uma liderança estável durante as negociações sobre a saída do país da União Europeia (UE).

Em 29 de Março, Theresa May invocou o Artigo 50 do Tratado de Lisboa, tendo dado início às negociações sobre a saída do Reino Unido da UE.



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub