Eleições Marcelo: Não votar nas autárquicas é um "descuido imperdoável"

Marcelo: Não votar nas autárquicas é um "descuido imperdoável"

O Presidente da República apelou hoje à participação dos cidadãos nas autárquicas de domingo, invocando o seu amor à terra e afirmando que estas não são eleições sobre a escolha do Governo ou de um líder partidário.
A carregar o vídeo ...
Negócios 30 de setembro de 2017 às 21:00

O Presidente da República efectuou hoje um último apelo aos portugueses votarem nas eleições autárquicas deste domingo, considerando que a opção pela abstenção "pode representar uma omissão incompreensível ou um descuido imperdoável".  

 

Numa mensagem em vídeo gravada a partir do Palácio de Belém, Marcelo Rebelo de Sousa destaca a importância das eleições autárquicas, para escolher "os que, todos os dias, mais próximos se encontram do povo e dos seus problemas concretos".

 

Assinalando que o "poder local é um dos fusíveis de segurança da nossa Democracia", Marcelo salienta que "depois de tantos e tão difíceis anos de crise e até de tragédias comunitárias, como os que temos vivido, nós sabemos todos que não votar em eleições locais pode representar uma omissão incompreensível ou um descuido imperdoável. E, o que é pior, de efeitos largamente incorrigíveis".

 

Nas autárquicas de 2013 a abstenção aatingiu os 47,4%, o que representa o nível mais elevado entre as 12 eleições para as câmaras municipais e freguesias.

 

"Não se trata de escolher um Presidente da República, um Parlamento nacional, um Parlamento europeu, um Governo ou um líder partidário. Trata-se antes de legitimar os que irão governar as vossas terras, as vossas freguesias, os vossos municípios, nos próximos quatro anos", acrescenta.

 

"Como cidadão, confio no vosso espírito de cidadania. Como Presidente da República confio no vosso amor à terra, seja ela natal, ou adotiva, que o mesmo é dizer, confio no vosso amor a Portugal", finaliza.