Política Marcelo Rebelo de Sousa: “Temos uma estabilidade política apreciável no nosso país”

Marcelo Rebelo de Sousa: “Temos uma estabilidade política apreciável no nosso país”

O Presidente da República realçou o facto de o Governo ter conseguido encontrar uma alternativa à descida da TSU “em 24 horas” e de a oposição estar a desempenhar o seu papel. “Nada põe em causa a estabilidade”, sublinhou.
Marcelo Rebelo de Sousa: “Temos uma estabilidade política apreciável no nosso país”
Miguel Baltazar
Sara Antunes 01 de fevereiro de 2017 às 18:03

"Tenho apelado muito à estabilidade e verifico que de facto temos uma estabilidade apreciável no nosso país", afirmou o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, aos jornalistas, depois de confrontado com a polémica do chumbo da taxa social única (TSU).

 

"Na área do Governo foi possível encontrar uma solução alternativa em 24 horas" ao mesmo tempo que os partidos da oposição "têm mostrado várias alternativas em tempo útil", realçou em declarações aos jornalistas transmitidas pela TVI 24.

 

"A lição a retirar das últimas semanas é que a área do Governo mostrou ser forte e coesa" e a oposição não deixou de fazer o seu papel, mostrando uma posição "forte".

 

"Nada põe em causa a estabilidade", realçou, escusando-se a acrescentar mais declarações sobre a polémica que se gerou em torno da descida da TSU.

Recorde-se que a descida da TSU, acordada em concertação social como moeda de troca para a subida do salário mínimo, foi chumbada no Parlamento com os votos do Bloco de Esquerda, PCP e PSD. Um dia depois do chumbo o Governo e parceiros sociais fecharam um novo acordo que passa pela redução do Pagamento Especial por Conta (PEC), uma medida que deverá beneficiar 122 mil empresas. 


A sua opinião2
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo 02.02.2017

Idiota es

Ciao Ciao 01.02.2017

continua a falar por falar, a debitar lugares comuns na ansia de ser protagonista. Faz as vezes de primeira dama que nao existe ao ir a hospitais e visitar velhinhos, enfim marcelo continua e nunca regressara de marte. Entretanto os juros estao a aproximar se dos 5% e da chamada da troika para empresytar mais algum.

pub
pub
pub
pub