Política Marcelo vai distinguir Alexandre Soares dos Santos

Marcelo vai distinguir Alexandre Soares dos Santos

O presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, vai distinguir o empresário Alexandre Soares dos Santos com a Grã-Cruz da Ordem do Mérito Empresarial.
Marcelo vai distinguir Alexandre Soares dos Santos
Miguel Baltazar/Negócios
Wilson Ledo 17 de março de 2017 às 12:01

A notícia foi dada pelo próprio Presidente da República esta sexta-feira, 17 de Março, durante a apresentação da Fundação Oceano Azul, detida pela família dona dos supermercados Pingo Doce. "Em tempo adequado, terei a honra e o prazer de entregar essas insígnias", rematou.


A justificar a decisão de distinguir o patriarca Alexandre Soares dos Santos está, além do percurso empresarial, a aposta na Fundação Oceano Azul e a sua intenção em contribuir para a preservação dos oceanos.

Marcelo Rebelo de Sousa aproveitou a cerimónia para falar da ligação de Portugal ao mar. "O fosso entre cientistas e cidadãos é larguíssimo. Temos de o reduzir drasticamente. O que tem a ver com a educação ambiental", apelou.

Sem esquecer o contributo de anteriores Presidentes da República para o tema, o chefe de Estado garantiu que irá desenvolver os seus "melhores esforços para que o país prossiga a sua trajectória de reencontro com o mar".

Marcelo Rebelo de Sousa lembrou que Portugal tem 18 vezes mais área de mar do que de terra, o que o torna "um lugar sem paralelo". "Não basta o tamanho. É preciso saber tirar partido dele", lembrou.

Por isso mesmo, deixou o repto à Fundação Oceano Azul para que dê um "contributo claro para que Portugal consiga virar a página da sua reaproximação ao mar", que considera um dos traços distintivos do país.

"É tempo de olharmos para o médio e longo prazo. Pensar no longo prazo é pensar no futuro, nas gerações vindouras", rematou.

Marcelo Rebelo de Sousa referiu ainda que "apesar da importância que os oceanos têm para a sustentabilidade do nosso planeta, não há muitas fundações na Europa dedicadas exclusivamente aos oceanos" como a Fundação Oceano Azul.

O novo organismo terá um orçamento anual de 5,5 milhões de euros nos próximos dez anos para se afirmar como "o porta-voz dos oceanos". O valor fixa assim nos 55 milhões de euros o valor de investimento na segunda fundação da família Soares dos Santos.

Através da Sociedade Francisco Manuel dos Santos, vencedora do processo de concessão do Oceanário de Lisboa em 2015, a família investirá três milhões de euros por ano. A isto se juntam outros cerca de 2,5 milhões, adaptáveis de acordo com os lucros do referido aquário.

Uma das missões passa por desenvolver o conceito de "geração azul", através do envolvimento das "crianças inscritas nos primeiros ciclos de escolaridade" nas temáticas do mar e da sua conservação. A fundação quer ainda trabalhar para o desenvolvimento da pesca sustentável e de áreas marinhas protegidas, através de acções de conservação.

Uma das vertentes mais notórias da Fundação Oceano Azul é a exploração do Oceanário de Lisboa. A Sociedade Francisco Manuel dos Santos venceu, em 2015, a corrida para a concessão do equipamento durante 30 anos.


(Notícia actualizada às 12:32 com mais informação)


A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
mais votado Anónimo 17.03.2017

Pois é! hoje pode parecer um excelente empresário, mas quanto ao processo de fuga aos impostos na altura chamado de "facturação em carrocel" em finais dos anos 90 através dos supermercados Feira Nova (arquivado como todos os outros deste género) já ninguém se lembra e até é condecorado, pasme-se! Pois! chamem-me invejoso mas este e muitos mais foi assim que fizeram fortuna! Dúvidas? é só ir aos arquivos do jornal da época "A CAPITAL" e está lá tudo. Foram meses de investigações e notícias. Porque ainda me lembro? porque fui um dos lesados!

comentários mais recentes
Saca cá e vai pagar impostos há Holanda. 18.03.2017

homem que lavava nas seus armazém impostos aduaneiros nas bebidas com álcool, vai ser condecorado ?

fanã 17.03.2017

O Zeinal Bava , também recebeu essa condecoração . O resto da historia qualquer um sabe !....... Mais chicos espertos são mais agradecidos ficam , enfim ....é Portugal no seu esplendor !

Sacam em Portugal e vai Pagar impostos na Holanda 17.03.2017

As mercearias de bairro pagam cá os seus impostos , e não são condecorados.então o Núncio também merece medalha.ao deixar sair para as offhoes sem controle.

Johnny 17.03.2017

O homem que aniquilou os pequenos supermercados de bairro
PARABENS ! Merece uma medalha !

ver mais comentários
pub
pub
pub
pub