Europa Mariano Rajoy diz que é preciso "recuperar" Catalunha para a democracia

Mariano Rajoy diz que é preciso "recuperar" Catalunha para a democracia

O primeiro-ministro espanhol, Mariano Rajoy, disse hoje que é preciso "recuperar a Catalunha" assim como "a democracia e a liberdade" e garantiu que só decidiu intervir na autonomia à região "depois de ter esgotado todas as vias".
Mariano Rajoy diz que é preciso "recuperar" Catalunha para a democracia
Reuters
Lusa 12 de novembro de 2017 às 14:23

Na primeira visita à Catalunha depois da aplicação do artigo 155 da Constituição espanhola, Rajoy defendeu a medida como modo de pôr fim ao "delírio" dos independentistas e que só a tomou depois de ter esgotado as tentativas de travar "a escalada de agressão à convivência".

Além disso, afirmou, era preciso "devolver a legalidade às instituições da Catalunha".

 

Mariano Rajoy, que é também líder do Partido Popular (direita), pediu ainda às empresas que "não abandonem" a Catalunha, depois de 2.400 já terem saído desde o início da crise catalã, e ainda aos espanhóis para não boicotarem os produtos catalães.

 

Rajoy está na Catalunha para a apresentação de Xavier García Albiol como candidato do Partido Popular (de que também é presidente) ao Governo regional.

 

O Governo espanhol convocou eleições na Catalunha para 21 de dezembro, depois de ter decidido aplicar o artigo 155.º da Constituição, que suspende a autonomia da Catalunha. O executivo regional foi destituído e o parlamento regional dissolvido.

 

As decisões do executivo de Mariano Rajoy, apoiadas pelo maior partido da oposição, os socialistas do PSOE, aconteceram depois de a declaração de independência da Catalunha ter sido aprovada em 27 de outubro por 70 dos 135 deputados do parlamento catalão. A votação decorreu sem a presença da oposição, que abandonou a assembleia regional.




A sua opinião8
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana

Até parece que Espanha é uma Democrcaia, só de for a Democracia do Bastão.
Só enganas os tolos ou franquista

Invicta Há 1 semana

Com todas estas trapaças inspiradas no regime da Venezuela(até na bandeira) a Catalunha já perdeu uma grande parte de empresas que lá tinham a sua sede. Monarquia ou República, cada povo sustenta os seus. Nós, quantos ex-PR sustentamos com mordomias e tudo?

alcpf Há 1 semana

Boa Rajoy! Anexa tb Portugal pq a revolta de 1640 tb foi ilegal e os portugueses estão todos a favor de Espanha... Além que os espanhois têm melhor qualidade de vida que os portugueses... A anexação será como a cereja no topo do bolo para os portugueses.... Que se lixe o patriotismo e a liberdade do ser portugues, no mesmo molde que os portugueses acham da catalunha!

João Altamira Há 1 semana

Rajoy para além de ignorante e incompetente é um fascista igual a Franco.
Já é tempo de acabar com os anti-democratas e com a realeza, que nada produz para o bem dos cidadãos.
Esperemos que a Espanha se liberte destes parasitas.

ver mais comentários
pub