Economia Mário Centeno "tem fortes expectativas" de que Orçamento será recebido em Bruxelas de forma positiva

Mário Centeno "tem fortes expectativas" de que Orçamento será recebido em Bruxelas de forma positiva

Tanto em relação à execução de 2016 como ao Orçamento de 2017, o ministro das Finanças acredita que os parceiros em Bruxelas vão ver a acção do Governo com bons olhos.
Mário Centeno "tem fortes expectativas" de que Orçamento será recebido em Bruxelas de forma positiva
Bruno Simão
Alexandra Machado 14 de Outubro de 2016 às 22:19

Sem dizer a palavra aprovação, Mário Centeno, ministro das Finanças, realçou na conferência de imprensa de apresentação do Orçamento do Estado para 2017 que a relação com a Comissão Europeia tem sido "bastante construtiva".

Tanto com a Comissão Europeia e com os outros Estados-membros no contexto do Eurogrupo, acrescentou, salientando que "obviamente trocamos informação com autoridades europeias sobre a nossa condução da política económica e em particular orçamental".

E por isso, cautelosamente, acrescenta: "O Governo tem fortes expectativas de que quer na dimensão da afirmação da acção efectiva em 2016 e no atingir dos nossos objectivos orçamentais deste ano e na avaliação que faz do nosso trabalho será positiva e a mesma reacção é esperada para o plano orçamental de 2017".

Com um ajustamento estrutural estimado de 0,6 pontos face a 2016, Mário Centeno aproveitou, no entanto, para comentar: "É uma temática essencial para a construção europeia. Há uma posição também aí bastante determinada no Governo nesse debate sobre observar variáveis que ninguém observa".

O Governo fará chegar a proposta de Orçamento a Bruxelas na segunda-feira. 




A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub
pub
pub
pub