Economia Mario Draghi não está interessado em suceder a Strauss-Kahn

Mario Draghi não está interessado em suceder a Strauss-Kahn

O italiano Mario Draghi, apontado como o grande favorito para assumir a presidência do Banco Central Europeu (BCE), "não está interessado" em suceder ao francês Dominique Strauss-Kahn na presidência do Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo a AFP.
Lusa 16 de Maio de 2011 às 13:49
A garantia foi dada hoje por um porta-voz do Banco de Itália, instituição liderada por Mario Draghi, citado pela agência noticiosa AFP.

Dominique Strauss-Kahn, director-geral do FMI e candidato socialista favorito nas sondagens para as presidenciais francesas de 2012, foi acusado hoje formalmente de agressão sexual e de tentativa de violação. Strauss-Kahn, de 62 anos, foi detido no sábado, no aeroporto JFK de Nova Iorque, quando já estava dentro de um avião com destino a Paris.










A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
pub