Mario Draghi não está interessado em suceder a Strauss-Kahn
16 Maio 2011, 13:49 por Lusa
Enviar por email
Reportar erro
0
O italiano Mario Draghi, apontado como o grande favorito para assumir a presidência do Banco Central Europeu (BCE), "não está interessado" em suceder ao francês Dominique Strauss-Kahn na presidência do Fundo Monetário Internacional (FMI), segundo a AFP.
A garantia foi dada hoje por um porta-voz do Banco de Itália, instituição liderada por Mario Draghi, citado pela agência noticiosa AFP.

Dominique Strauss-Kahn, director-geral do FMI e candidato socialista favorito nas sondagens para as presidenciais francesas de 2012, foi acusado hoje formalmente de agressão sexual e de tentativa de violação. Strauss-Kahn, de 62 anos, foi detido no sábado, no aeroporto JFK de Nova Iorque, quando já estava dentro de um avião com destino a Paris.







Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: