Mark Rutte alerta: "Problemas da Holanda são demasiado sérios" para se adiar medidas de austeridade
24 Abril 2012, 13:58 por Sara Antunes | saraantunes@negocios.pt
8
Enviar por email
Reportar erro
0
O primeiro-ministro holandês demissionário alertou para a gravidade da situação da Holanda, sublinhando que é preciso tomar medidas de forma a conseguir lidar com os problemas que são actualmente "demasiado sérios".
“A necessidade de tomar medidas não diminuiu depois de Sábado, os problemas são demasiado sérios para isso”, afirmou no Parlamento o primeiro-ministro que apresentou ontem a sua demissão do cargo depois de não ter conseguido chegar a acordo sobre as medidas de austeridade que têm de ser implementadas para conseguir atingir a mera de défice.

“A economia está hesitante, o emprego está sob pressão e a dívida do país está a crescer mais depressa de que podemos suportar. Estes são os factos e ninguém pode fugir deles”, acrescentou o responsável perante o Parlamento.
8
Enviar por email
Reportar erro
0
pesquisaPor tags:
alertasPor palavra-chave: