Política Marques Mendes diz que Governo prepara mini-remodelação

Marques Mendes diz que Governo prepara mini-remodelação

A remodelação imposta pela saída de três secretários de Estado deverá ser aproveitada por António Costa para mexer noutras pastas. Mas Luís Marques Mendes admite que as mudanças, nesta fase, sejam apenas ao nível de secretários de Estado.
Marques Mendes diz que Governo prepara mini-remodelação
Negócios 09 de julho de 2017 às 21:18

Luís Marques Mende, comentador da SIC, diz que a saída dos três secretários de Estado é um rombo para o Governo, mas não tinham alternativa.

Mas o jurista vai mais longe, dizendo ser provável "que saiam outros secretários de Estado noutras áreas e noutros ministérios", não concretizando, mas garantindo que até já "estavam previstas antes desta situação".

Ou seja, quando saírem os três secretários de Estado que este domingo, 9 de Julho, se demitiram, "sairão mais alguns", garantiu, dizendo que, no entanto, isso só acontecerá depois do debate do Estado da Nação, marcado para 12 de Julho, quarta-feira.

Marques Mendes acrescenta que, segundo sabe, nesta fase só será uma mini-remodelação centrada em secretários de Estado. Não haverá ministros, agora, na remodelação, apesar de haver alguns titulares na corda bamba. Ainda assim, diz ser "inevitável que [António Costa] tem de fazer uma remodelação mais ampla, também de ministros", mas isso só acontecerá mais tarde. 

"Nenhum primeiro-ministro gosta de remodelar. E muito menos de remodelar sob pressão. É óbvio que António Costa não irá fazer tão cedo uma remodelação. A fazer só a fará depois das eleições autárquicas, depois do orçamento ou mais prara o final do ano".

 
Marques Mendes já tinha referido que a ministra da Administração Interna devia ter saído. 

Além disso, o comentador declara que António Costa precisa de um  vice-primeiro-ministro. Augusto Santos Silva é ministro dos Negócios Estrangeiros e, como tal, declarou o comentador não pode estar envolvido em algumas polémicas internas. 




A sua opinião1
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
pertinaz 10.07.2017

SÓ POEIRA PARA OS OLHOS DO POVO...!!!