Política Marques Mendes: "Não sou candidato a coisíssima nenhuma"

Marques Mendes: "Não sou candidato a coisíssima nenhuma"

O comentador político admite discordância em relação a decisões dos social-democratas nos últimos anos mas não se assume como candidato a primeiro-ministro.
Marques Mendes: "Não sou candidato a coisíssima nenhuma"
Diogo Cavaleiro 20 de Outubro de 2016 às 11:33

"Não sou candidato a coisíssima nenhuma. A nada". Luís Marques Mendes repetiu, por várias vezes, que não vai candidatar-se a primeiro-ministro na conferência "Portugal em Exame", realizada esta quinta-feira, 20 de Outubro, em Lisboa.

 

Instado a comentar mais sobre essa possibilidade, o elemento do Conselho de Estado adiantou que a afirmação de que não é candidato "é rigorosa".

 

"Nada, nada", disse também o comentador televisivo, quando confrontando com eventuais hesitações nessa garantia.

 

Apesar de negar candidatura a primeiro-ministro, Marques Mendes admitiu discordâncias com a actual liderança de Pedro Passos Coelho e com várias decisões dos últimos anos, ainda que não tenha adiantado em que factores específicos.

 

Mais à frente, Marques Mendes voltou a dizer que não era primeiro-ministro quando questionado depois de ter dito que o primeiro-ministro vai apostar mais na área económica nos próximos meses e que, para isso, vai retirar o ministro da Economia, Manuel Caldeira Cabral, da composição do Governo. 




A sua opinião34
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Anónimo Há 1 semana


Um governo de ladrões

PS - PCP - BE -- ROUBAM OS TRABALHADORES E PENSIONISTAS DO PRIVADO

Asneiras atrás de asneiras… roubos atrás de roubos!


Lurdes Morim Há 2 semanas

Pois não. Sabe bem que perde

Miguel Silva Há 2 semanas

Ninguém me convida ( tradução)!

Manuela Magalhães Há 2 semanas

Vai lembrando para ver se o convidam!!! Agora no papel de advinha tb está. Bem

ver mais comentários
pub