Economia Médicos e enfermeiros do SNS vão ter telemóvel de serviço

Médicos e enfermeiros do SNS vão ter telemóvel de serviço

O Ministério da Saúde vai lançar um concurso público internacional para reformular as redes informáticas e vai integrar neste âmbito telefones e telemóveis.
Médicos e enfermeiros do SNS vão ter telemóvel de serviço
Reuters
Lusa 09 de junho de 2017 às 17:05
Médicos e enfermeiros dos centros de saúde vão ter telemóveis de serviço a partir de 2018/2019, o que pode facilitar contactos com utentes em caso de necessidade e se os médicos assim o quiserem.

O Ministério da Saúde vai lançar um concurso público internacional para reformular as redes informáticas e vai integrar neste âmbito telefones e telemóveis, disse à agência Lusa o presidente dos Serviços Partilhados do Ministério (SPMS).

O Serviço Nacional de Saúde tem uma rede informática própria, que liga hospitais e centros de saúde, e que tem uma capacidade e largura de banda que começa a ser necessário aumentar. Além disso, o concurso do actual operador chega ao fim dentro de um ano, havendo necessidade de se lançar outro.

Segundo explicou à agência Lusa o presidente dos SPMS, este contrato vai aproveitar para integrar a rede de telefone.

"Utiliza-se este contrato para dar um telemóvel a praticamente todos os médicos do SNS, sobretudo nos cuidados de saúde primários. Queremos que em 2018, 2019 a maior parte dos centros de saúde e unidades de saúde família, em vez de funcionarem com telefones fixos e centrais telefónicas obsoletas e contratos aparte, toda esta tecnologia de rede informática e de telefones passe a estar no contrato", afirmou Henrique Martins.

Os SPMS pensam ainda que podem poupar dinheiro com este novo contrato. Atualmente gastam-se dois milhões por ano na rede informática da Saúde e 3,5 milhões em serviços telefónicos. O concurso vai ser lançado por seis milhões por ano mas, com concorrência, espera-se poder fechar o contrato por menos de 5,5 milhões.

A integração num único contrato da parte informática e telefónica pode ainda facilitar o serviço do futuro centro de contacto do SNS, sucessor da linha Saúde 24, que manterá o mesmo número mas com funcionalidades adicionais e que passa a estar sob a alçada dos SPMS.

"[Servirá] Para aproximarmos o serviço do centro de contacto e, no limite, temos esse objectivo, podemos redireccionar a chamada em tempo real ou em diferido para um profissional de saúde", indicou Henrique Martins.

Contudo, o presidente dos SPMS avisa que a ideia de falar ou não com os utentes através dos telemóveis de serviço é sempre uma decisão que cabe a cada profissional de saúde.

"Nem todos quererão essa facilidade", reconheceu Henrique Martins.

O responsável adianta ainda que dar telemóveis aos profissionais de saúde terá muita utilidade nos serviços ao domicílio, uma tendência que se quer crescente nos serviços de saúde.

A sua opinião3
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
DJ viajante Há 2 semanas

Agora temos tambem de pagar telefones e contas de telefone ao piblico. Onde isto vai. Posso mandar a minha conta para o estado cada vez que dou serviço a um FP? Justiça Marcelinho?

Anónimo Há 2 semanas

Qual a novidade?Não sei o que se passa agora, mas os enfermeiros e médicos dos Centros de Saúde do distrito de Bragança, há muitos anos que têm telemóvel de serviço.

Conselheiro de Trump Há 2 semanas

Demanha dizia o minstro dos enfermeiros isto:Espero para o ano ter mais dinheiro na saude.Agora ja ha dinheio para o POKAMON.Sao regas a seco,Deus nos livre se elas fossem molhadas,oh,oh.

pub