Autarquias Medina contrata fotógrafo para Lisboa por 72 mil euros

Medina contrata fotógrafo para Lisboa por 72 mil euros

O contrato prevê a cobertura de sete eventos mas a autarquia diz que o trabalho vai além disso. Luís Filipe Catarino foi fotógrafo de Cavaco Silva enquanto este foi Presidente da República.
Medina contrata fotógrafo para Lisboa por 72 mil euros
Bruno Simão/Negócios
Negócios 26 de janeiro de 2018 às 10:15

A Câmara de Lisboa contratou um fotógrafo por 71.923 euros. Trata-se de Luís Filipe Catarino, antigo fotógrafo de Aníbal Cavaco Silva quando este foi Presidente da República entre 2006 e 2016.

 

O contrato, assinado em Novembro de 2016 e que se estende até Junho de 2019, tem como "objecto principal" a cobertura de sete grandes eventos que decorrem em Lisboa: espectáculo de fim de ano, Eurovisão, duas edições da ModaLisboa, Volvo Ocean Race, Volta a Portugal em Bicicleta e Lisboa Capital Europeia do Desporto 2021.

 

O jornal digital O Corvo fez as contas e conclui que Luís Filipe Catarino receberia cerca de 10 mil euros por cada evento.

 

A Câmara Municipal de Lisboa reagiu no Facebook, dizendo que a notícia "é falsa". "Os serviços referidos foram contratados de acordo com o que está tabelado para a contratação de serviços externos na Câmara Municipal de Lisboa e o fotógrafo em causa não se limita apenas a sete eventos, antes acompanha diariamente as actividades da presidência do município, para lá de outros serviços para as publicações da Câmara", informou.

 

Entretanto, o Observador juntou uma nova componente à polémica, num artigo onde refere que o fotógrafo ganha 4.615,57 euros brutos por mês (3.752,50, excluindo o IVA). O jornal digital recorda que, durante a última campanha eleitoral, as funções do fotógrafo tinham levantado dúvidas, porque trabalhava, no mesmo dia, para o Fernando Medina presidente e para o Fernando Medina candidato.

 

"É o PS que paga as fotografias da campanha", garantiram o fotógrafo e o gabinete de Fernando Medina, na altura. Segundo o Observador, as fotografias na conta do Instagram de Fernando Medina apareciam de dois modos distintos: nas acções enquanto presidente da Câmara eram assinadas por "Luís Filipe Catarino/CML", nas iniciativas como candidato socialista, também tiradas pelo fotógrafo, não havia essa referência ao autor.




A sua opinião13
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
comentar
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentários mais recentes
Dito a tempo 26.01.2018

Fixem o que escrevam : este Medina há-de marcar o futuro por circunstâncias bem negativas.

Cigano c/ casa a custa dos tugas contribuintes lis 26.01.2018

TB QUEREMOS TIRAR FOTOGRAFIAS COM A MARIA A BRINCAR COM TELEMOVEL
E QUEREMOS CASA COM AR CONDICIONADO PQ ESTA FRIO
OS TUGAS PAGAM E CALAM-SE, FODA.XE
HA ! E NÃO PAGMOS TAXAS NEM IMI, IMI SABEM O QUE É?

Pontodevista... 26.01.2018

Publicado na comunicação:
Luís Filipe Catarino foi durante 10 anos o fotógrafo oficial do Presidente Cavaco Silva. Em novembro de 2016, a menos de um ano das autárquicas, Fernando Medina decidiu contratar Catarino para que o fotografasse nas ações públicas. Agora — como se pode verificar no site Base.gov a 24 de janeiro — a avença foi renovada: 4.615,57 euros brutos por mês (3.752,50, excluindo o IVA). Já durante a campanha eleitoral, o trabalho do fotógrafo tinha levantado dúvidas, uma vez que numas horas do dia trabalhava para o presidente da Câmara, Fernando Medina, e noutras para o candidato do PS, Fernando Medina. Na altura, o Observador questionou o gabinete de Medina e o fotógrafo e ambos garantiram: “É o PS que paga as fotografias da campanha.”

É por estas e por outras que os partidos querem mais dinheiro dos contribuintes...

Anónimo 26.01.2018

Tudo gente séria e honesta. Andam sempre a sorrir mas por outro lado fazem destas. O PS no seu melhor. Temos que semear com as sementes dos outros (dos contribuintes), e depois, quando saímos do tacho, vamos viver à conta do que semeámos. Uma mão lava a outra e as duas lavam a cara. Tal como disse tudo gente séria e honesta. O que vai preocupando é estas coisas começarem a ser banais e estes tipos não serem condenados nem presos.
Fica uma pergunta:
Quem é este fotógrafo? Certamente alguém ligado à família/interesses do Sr. Medina.
Sabemos o nome, Luís Filipe Catarino, quem de direito que investigue. Pode ser o a TVI ou o CM, é bom nós sabermos estas coisas que se passam na honesta e séria vida politica.

ver mais comentários
pub