Saúde Meta para medicamentos genéricos supera os 50%

Meta para medicamentos genéricos supera os 50%

O Governo coloca mais alta a fasquia para a venda de medicamentos genéricos, mas agora traça uma meta em volume e não em valor.
Meta para medicamentos genéricos supera os 50%
Pedro Trindade
Alexandra Machado 14 de outubro de 2017 às 01:13
Na proposta para o Orçamento do Estado para 2018, o Governo eleva a fasquia para a venda de medicamentos genéricos em Portugal.

No próximo ano quer que a quota de genéricos atinja os 53% em volume de unidades. No Orçamento para 2017, o Governo pretendia uma quota de 40% mas em valor.

E segundo os últimos dados conhecidos de quota nacional dos genéricos em volume a quota está nos 47%.

O Governo compromete-se a que a "quota de genéricos no mercado total, medida em volume de unidades, para 53%".



A sua opinião0
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
Saber mais e Alertas
pub