Conjuntura Mexia: “Os números do PIB são uma boa notícia para todos”

Mexia: “Os números do PIB são uma boa notícia para todos”

O CEO da EDP acredita que se passam, em Portugal, "coisas muito positivas" que contribuem para que o crescimento económico do país se revele "duradouro".
Mexia: “Os números do PIB são uma boa notícia para todos”
Miguel Baltazar/Negócios
Rita Faria 15 de maio de 2017 às 19:25

António Mexia, CEO da EDP, considera que o crescimento do PIB no primeiro trimestre é uma boa notícia para todo o país, e mostra-se confiante acerca da sustentabilidade dos números, porque em Portugal "estão a passar-se coisas muito positivas".

"Os números do PIB são uma boa noticia para todos, e esperamos que se mantenham, essa é a questão essencial", sublinhou o gestor, à margem da apresentação do MUDA - Movimento pela Utilização Digital Activa, que se realizou esta segunda-feira, 15 de Maio, na sede da EDP, em Lisboa. "A questão mais importante para Portugal é o crescimento porque o crescimento cria estruturalmente emprego".

Mexia destacou ainda que "independentemente de Portugal estar muito dependente da realidade externa", passam-se coisas "muito positivas" no país que contribuem para que este crescimento "seja duradouro".

"A produtividade e o investimento são factores essenciais para o crescimento", afirmou o CEO da EDP, em declarações aos jornalistas, dando o exemplo da realização do Web Summit, no ano passado, na capital portuguesa, como um dos eventos mais importantes, que mostra que o país é capaz de atrair aquilo que constitui uma nova economia.

Sobre o MUDA, António Mexia apelou à adesão de mais empresas, porque a "digitalização tem de ser inclusiva".

"Muitos dos fenómenos políticos e sociais que existiram, em que há alguma reacção contra os sistemas – isso foi claro em algumas eleições – devem-se ao facto de as pessoas acharem que a digitalização as vai excluir. É absolutamente indispensável que a digitalização seja inclusiva", concluiu o responsável. 




A sua opinião4
Este é o seu espaço para poder comentar o nosso artigo. A sua opinião conta e nós contamos com ela.
Faltam 300 caracteres
Negócios oferece este espaço de comentário, reflexão e debate e apela aos leitores que respeitem o seu estatuto editorial, promovam a discussão construtiva e combatam o insulto. O Negócios reserva-se ao direito de editar, apagar ou mesmo modificar os comentários dos seus leitores se atentarem contra o bom senso e seriedade.O acesso a todas as funcionalidades dos comentários está limitada a leitores registados e a Assinantes.
comentar
comentários mais recentes
Salvador da Pátria 15.05.2017

Disse ele à pouco na Tv, que o crescimento promove o emprego, embora por outras palavras, pois a ele dão-lhe os tais obscenos, mais de 500 000€, mas é muito pobre de vocabulário. Como se não bastasse este raciocínio não é lógico, não será o emprego que favorece o crescimento, ou em última instância,

Quase todos 15.05.2017

Os direitolas estão em estado de choque, trocam-se todos

Anónimo 15.05.2017

Já estás a pensar em aumentar mais a energia? Filho . da p....

Camponio da beira 15.05.2017

Deve estar ansioso por aumentar a energia paro ao dobro do maximo mundial.

pub
Saber mais e Alertas
pub
pub
pub